DiscoverCBN Agronegócios - Cassiano Ribeiro
CBN Agronegócios - Cassiano Ribeiro
Claim Ownership

CBN Agronegócios - Cassiano Ribeiro

Author: CBN

Subscribed: 624Played: 49,612
Share

Description

O sobe e desce dos preços no mercado, as inovações, as tendências de consumo e tudo o que envolve a produção agrícola no Brasil.
133 Episodes
Reverse
Grandes indústrias de carne no Brasil apresentaram resultados surpreendentes durante a pandemia. A BRF registrou lucro líquido 32% acima do mesmo período do ano passado. Já a Minerva registrou aumento de 40 vezes no lucro líquido. Cassiano Ribeiro destaca que o motivo é o preço e gestão de risco?
Cassiano Ribeiro explica que o etanol é balizado pelo preço da gasolina. Por isso, os setores de cana-de-açúcar e de etanol de milho ficaram em alerta e estão de olho em possíveis interferências na política de preços da empresa.
Cassiano Ribeiro explicou a tendência mundial de produção de carne com células de animais vivos, sem abate. O comentarista afirmou que Singapura e Israel são os países mais avançados nessa tecnologia alimentar. Pesquisas revelam que a carne de laboratório pode ser reproduzida em apenas três semanas.
Cassiano Ribeiro falou sobre a união de fazendeiros de Minas Gerais com o objetivo de tornar a produção de café menos poluente. O comentarista afirmou que a maior conquista desse modo de prodizir é sequestrar mais gás carbônico do que emitir. Cassiano disse que o custo de para os fazendeiros é menor porque não utiliza agrotóxicos e fertilizantes, produtos que são considerados caros.
Cassiano Ribeiro fala sobre o preço da carne. Os pecuaristas estão preocupados com o preço da arroba do boi. O consumo interno de carne está caindo com o preço alto. Ele destaca que a atividade depende mais de 70, 80% do mercado interno para ter uma margem positiva.
Cassiano Ribeiro faz uma análise de como a cadeia da produção de alimentos acaba impactando os preços. Ele destaca que em conversa com agentes do mercado e o que circula no meio é que 'o milho está a preço de soja, a soja está a preço de boi e o boi está a preço de ouro'.
O motivo foi a pandemia de coronavírus. Cassiano Ribeiro destaca que o Brasil vai produzir na safra 2020/2021 3% a mais de cana. E a maior parte disso vai para açúcar, e não para o etanol. Isso porque houve problema no fornecimento de açúcar no mercado internacional e o Brasil assumiu esse papel para atender a demanda. Comentarista fala ainda sobre o etanol de milho, que deve ter aumento de 80% na produção.
Carlos Alberto Sardenberg e Cassiano Ribeiro conversam com Bruno Lucchi, superintendente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, sobre os dados divulgados. Projeção da CNA é que o PBI do agronegócio deverá crescer 9% em 2020 e 3% em 2021.
Cassiano Ribeiro fala sobre a 16 ª edição do Prêmio Melhores do Agronegócio. Serão premiadas as companhias do agronegócio nacional que mais se destacaram em 2019 em 21 categorias. Evento ocorre nesta noite, em formato virtual. Ele adiantou que o vencedor na categoria alimentos e bebidas é a empresa Bem Brasil, que atua no mercado de batata frita congelada.
Condições climáticas desfavoráveis podem prejudicar as safras de milho e soja, levando a altas nos preços desses dois produtos. O aumento nos custos desses dois produtos, usados na alimentação de animais, além de fatores do mercado externo, também podem levar a uma alta no preço de carnes.
Cassiano Ribeiro fala sobre soja. Ele citou a falta de informações sobre estoques. 'O governo federal parou de divulgar o número de estoques de passagem. O mercado estava no escuro. Agora, a informação é de acabou a soja praticamente'. O país está importando soja do Paraguai, Uruguai e EUA.
Cassiano Ribeiro, da revista Globo Rural, destaca que, mesmo sofrendo bastante neste ano com a pandemia, a tendência é que a maioria dos ruralistas nos EUA apoiem a reeleição de Trump. Comentarista fala também sobre os impactos no agronegócio com a eleição norte-americana. Se Biden ganhar, aumenta a pressão por um agro mais sustentável. Se Trump vencer, ele continuará com a guerra com a China, o que beneficia o agro brasileiro.
De acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Biogás, os resíduos do campo, somados ao lixo produzido nas cidades e indústrias, poderiam suprir 1/4 da demanda energética do país. O desafio, segundo Cassiano Ribeiro, é ter infraestrutura para a distribuilção, porque a tecnologia já existe em muitas fazendas.
Um dos fatores da inflação no Brasil é a alta do preço de alimentos. A produção de carne e de soja enfrentam problemas e o governo brasileiro decidiu zerar a taxa de importação dos produtos. 'Os próprios produtores de soja estão aprovando essa importação de soja desde que isso não prejudique o plantio da próxima safra', comenta Cassiano Ribeiro. Ele explica que com as importações a disponibilidade da matéria prima aumenta e os produtos que deveriam da soja sofrem pressão para baixar os preços.
Trata-se de um sistema inovador da agropecuária para neutralização da emissão de gás metano produzido pelos bois. A fazenda de criação deve integrar floresta e gado para conseguir o conter o gás carbônico. 'Bons exemplos de como o agro pode produzir, lucrar mais e com um impacto mínimo ao meio ambiente', comenta Cassiano Ribeiro. Os produtores devem seguir regras específicas para esse tipo de produção, como árvore plantada, animal criado solto, rastreio da carne que vai para o mercado, sanidade do boi.
Cassiano Ribeiro recebeu o professor Rubens Coelho (Esalq) na coluna desta terça-feira. O tema é o impacto das revogações feitas no Conama para o sistema de irrigação. Para Coelho a, agora, antiga resolução 284, que exigia licenciamento ambiental para implantação do sistema, 'estava sendo uma burocracia a mais para o agricultor e não impedia nada'. Por isso, ele considera uma medida positiva. 'Não vai haver nenhum uso indiscriminado da água com a revogação dessa resolução', diz.
Durante o discurso de Jair Bolsonaro na ONU, o presidente enalteceu o agronegócio brasileiro, mas responsabilizou índios e caboclos por provocarem queimadas para sobreviver. 'Trouxe inimigos imaginários para as questões das queimadas na Amazônia', critica Cassiano Ribeiro. Outro destaque do comentarista é a 2ª maior safra de café da história do Brasil, uma produção de mais de 61 milhões de sacas.
Cassiano Ribeiro comenta as queimadas do Pantanal e o impacto que isso tem gerado no desequilíbrio da biodiversidade e na agropecuária. O fogo já consumiu 15% da região e 90% da produção de carne orgânica do Brasil concentra-se lá. 'É muito triste. O Pantanal depende da produção agropecuária, além do ecoturismo, movimenta uma fortuna nessa região', lamenta Cassiano.
A produção de máquinas agrícolas caiu, em 2020, por causa da redução nas vendas para o mercado externo. No entanto, o setor espera que as vendas no cenário interno terminem o ano em alta. Cassiano Ribeiro, da revista Globo Rural, explica que preços recordes das commodities estão levando agricultores a investir em novas máquinas.
Cassiano Ribeiro e Carlos Alberto Sardenberg receberam o presidente da Associação Brasileira do Agronegócio, Marcello Britom para tratar da atuação do agronegócio para a conservação da Amazônia. Para Brito, já há bons programas do setor voltados para produção sustentável, mas as políticas ambientais governamentais que prejudicam a região. 'Estamos avançando muito no agronegócio, agora muito pouco ao que tange as ilegalidades e a criminalidade que continuam assolando a Amazônia na grilagem, no desmatamento ilegal, nos garimpo ilegais. Essa é a parte que o agronegócio não pode fazer nada', disse o presidente da Abag.
loading
Comments 
Download from Google Play
Download from App Store