DiscoverDia a Dia da Economia - Míriam Leitão
Dia a Dia da Economia - Míriam Leitão
Claim Ownership

Dia a Dia da Economia - Míriam Leitão

Author: CBN

Subscribed: 55,279Played: 1,851,926
Share

Description

Análise diária dos principais fatos da economia com uma das mais importantes e influentes jornalistas do país.
1632 Episodes
Reverse
Míriam Leitão fala sobre o assassinato de João Alberto e o fato do presidente da República e seu vice negarem que haja racismo no Brasil. Comentarista destaca que a ideia é negar o problema para não resolvê-lo. Bolsonaro não falou de João Alberto, não prestou nenhuma condolência e passou a agredir e ofender quem está dizendo que ali tem um episódio racista. 'Se João Alberto fosse loiro, de olho azul e estivesse de terno, ele estaria vivo', destaca.
Míriam Leitão avalia que o presidente usou as reuniões para fazer afirmações que não ajudam o Brasil, tanto na área ambiental quanto na questão racial. 'Fez uma defesa tão fora da realidade, de que não temos racismo', afirma. Ela destaca que a a maior preocupação do G20 é com a vacina da Covid-19 e com a recuperação econômica pós-pandemia. 'A única coisa que ele fez foi elogiar a atuação do governo e dizer que estava certo desde o começo', ressalta.
Miriam Leitão comentou sobre o assassinato brutal de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, por dois seguranças, incluindo um PM em um supermercado do grupo Carrefour em Porto Alegre. 'Precisamos ser antirracistas por isso para em um dia de comemoração como hoje não estarmos comentando um caso de um homem negro da forma mais bárbara possível'. Ela também abordou as declarações do presidente Jair Bolsonaro em reunião do Brics.
Míriam Leitão analisa a fala de Bolsonaro na cúpula do Brics, quando ele disse que divulgaria lista de países que compram madeira ilegal do Brasil. Para a comentarista, houve 'uma sucessão de erros em uma fala só'. Míriam destaca que é preciso ter um assessor ou ministro que diga ao presidente que ele não pode falar certas coisas diante de outros quatro chefes de estado. 'Ninguém na presidência é ouvido pelo presidente? Ou ninguém tem coragem de falar para ele?', questiona.
Míriam Leitão comenta a entrevista do presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Carlos Eduardo Lula. À CBN, ele falou da necessidade de coordenação entre Governo Federal e os estados e ressaltou que a guerra contra Covid-19 não terminou. Míriam ressalta que temos que corrigir, nesta fase, os erros que cometemos na primeira fase. E entre eles está o fato de o Governo Federal se negar ao seu papel, que é o de coordenação dos estados.
Míriam Leitão critica a falta de coordenação federal para definir uma política clara de combate à pandemia. Já os governadores e prefeitos estão relutantes para impor novas medidas de isolamento, mesmo com os casos da doença aumentando no país. Ela lembra que o
Míriam Leitão fala sobre a entrevista de Obama à TV Globo, onde o ex-presidente dos EUA elogiou Dilma e Lula pela cooperação e liderança no combate ao aquecimento global. Obama falou que não conhece Bolsonaro, mas que seria uma pena o Brasil abandonar a liderança ambiental. O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, reagiu e disse que era 'esdrúxulo' comparar Lula e Bolsonaro. Comentarista destaca que, na área ambiental, o governo Lula foi excelente. No governo Dilma, há críticas, 'mas comparado com o que temos agora, fica relativamente bom'.
Míriam Leitão fala sobre o novo apagão no Amapá, o segundo em 15 dia. Ela detalha a responsabilidade de cada setor. 'É inaceitável para o Brasil essa situação; tem um jogo de empurra em Brasília sobre quem é responsável'.
Durante reunião da cúpula do Brics, Jair Bolsonaro afirmou que revelará em breve uma lista de países que compram madeira ilegal da Amazônia. Miriam Leitão informa que se trata de uma investigação da Polícia Federal e entre os nomes a serem divulgados estariam Alemanha e França. 'Se a investigação for bem feita, vai mostrar que grande parte de quem compra essa madeira fica no Brasil', critica a comentarista. Ela avalia que o governo deveria priorizar os erros internos à fazer o 'discurso do Brasil perseguido'.
Míriam Leitão comenta entrevista do ex-presidente dos EUA Barack Obama a Pedro Bial e Flávia Barbosa. Ela destaca semelhanças entre Brasil e Estados Unidos, mas também desafios dos dois países. 'Ambos precisam superar desigualdades e construir um futuro de inclusão social', afirma.
Míriam Leitão destaca a falsa situação em algumas prefeituras pelo Brasil. Ela diz que os municípios foram beneficiados com duas transferências que não vão se repetir em 2021. 'O ano que vem será muito difícil para quem foi eleito este ano'. Míriam fez ainda um balanço do resultado das eleições.
'As forças se reorganizam, mas o recado principal é que o eleitor pediu experiência, apoio na luta contra a pandemia e valorizou boa gestão', destaca Míriam Leitão. A comentarista avaliou que Bolsonaro foi o grande derrotado dessa eleição e também exaltou a vitória de mulheres negras e transexuais nas câmaras municipais. 'Uma democracia que é só representada por homens brancos não reflete a sociedade', afirmou.
Míriam Leitão fala do peso das questões ligadas a economia em eleições municipais. 'Temos uma crise econômica, mas não é isso que está movendo essa eleição. É curioso isso'. A lógica da escolha é principalmente pela preocupação em relação à pandemia. Quem está sendo o grande derrotado é o presidente Bolsonaro. 'É uma derrota que tem vários ângulos'.
O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) apontou uma alta de 9,5% no terceiro trimestre, depois de dois trimestres no vermelho, mas Míriam Leitão destaca que, no ano, a economia acumula queda de 4,9%. Ela explica que o crescimento deve sofrer uma desaceleração no quarto tri devido a fatores como o risco de uma segunda onda da Covid-19, a queda do efeito gerado pelo auxílio emergencial, a alta da inflação e o déficit fiscal. 'O ano será de recessão, mas estamos vendo uma saída do pior período', analisa.
Míriam Leitão falou sobre a participação do presidente Jair Bolsonaro nas eleições municipais. O presidente usou as redes sociais para apoiar 58 candidatos em 2020. A comentarista afirmou que mesmo sem ser uma eleição federal, o presidente da República perdeu para ele mesmo, já que tinha um poder de agregar maior há dois anos.
Míriam Leitão fala sobre os dados divulgados pelo IBGE, que mostram que cerca de 13,7 milhões de brasileiros viveram com menos de R$ 151 por mês em 2019. 'Quadro do ano passado é muito ruim', diz. É preciso política social para a responder a isso. Na análise da comentarista, o governo atual não consegue formular uma proposta e muda de ideia muito frequentemente.
Míriam Leitão explicou qual a intenção do Governo Federal depois do fim do período de auxilio emergencial. A comentarista afirmou que não há um debate sobre as propostas que serão apresentadas para ajudar a população que foi afetada economicamente durante a pandemia do novo coronavírus. 'O melhor a se fazer é ampliar e aperfeiçoar o Bolsa Família', opina Míriam.
Para Míriam Leitão, o governo não consegue vender estatais porque o presidente Jair Bolsonaro não é liberal. A comentarista diz que falar em risco de hiperinflação e calote da dívida pública é leviano e irresponsável, porque isso levaria a uma destruição da moeda e da riqueza das pessoas. Ela avalia que, se o ministro vê perigo de 'combustão espontânea', ele precisa trabalhar para evitar esse cenário e não insistir no argumento de culpar o Congresso.
Míriam Leitão destaca que, após comemorar morte de voluntário da CoronaVac, o presidente seguiu causando repúdio com uma nova piada homofóbica e sugerindo a possibilidade de uma guerra com os americanos. 'É uma coisa muito delirante achar que o Brasil tem poderio bélico para enfrentar os EUA', avalia. A comentarista diz que, mais uma vez, o presidente deixou, nesta terça-feira, de cumprir o papel de presidente. 'Foi um dia completamente estapafúrdio'.
Míriam Leitão critica a 'grave' e 'lamentável' fala do presidente Jair Bolsonaro a respeito dos testes da CoronaVac, que foram suspensos pela Anvisa. Ao comentar a suspensão, o presidente disse: 'mais uma que Jair Bolsonaro ganha'. Comentarista destaca que os órgãos públicos têm que ter credibilidade acima de qualquer suspeita, e quando o presidente fala o que falou, ele abala nossa confiança na Anvisa. 'Bolsonaro já politizou tudo em relação a essa pandemia. [...] É absolutamente inaceitável'.
loading
Comments (68)

Gustavo Camargo

Militância cada vez mais descolada da realidade. CLARO que Bolsonaro errou em apoiar Crivella. Mas nem o apoio de Jesus Cristo faria Crivela subir. E a culpa não foi pandemia, mas sim o total desgoverno do pastor.

Nov 15th
Reply

Gustavo Camargo

Fico meses sem ouvir essa militante e vejo que não perdi nada. Poesia no "dia a dia na ECONOMIA". Deveria ter aposentadoria compulsória para militantes....

Oct 24th
Reply

Joao Pedro

Muito boa a análise da Miriam !!!!!

Aug 20th
Reply

Gustavo Camargo

"Não teve privatização em 2019." É ignorância ou má fé? Os funcionários BR Distribuidora e, principalmente os EX funcionários, certamente vão discordar de você, Leitão... Fala tanto de fake news e mentira...

Aug 17th
Reply

Jaéder Amorim

Em delação, Messer diz que entregava dólares aos Marinho, da Globo Doleiro não apresentou provas e diz não ter tido contato direto com nenhum dos membros da família proprietária da emissora Por João B... Leia mais em: https://veja.abril.com.br/politica/doleiro-dario-messer-cita-familia-marinho-delacao-premiada/?utm_source=whatsapp Miriam, que tal falar dos dólares entregues a familia Marinho???

Aug 15th
Reply

Newton Rodrigues

"agente" junto?

Jul 22nd
Reply

Joao Pedro

Miriam sempre precisa na suas análises. Parabéns!!!!

Jul 20th
Reply

Patrícia Santos Vieira

Excelente profissional!

Jun 22nd
Reply

Ade Carvalho

Bolsonaro2022 Engole o choro e a inveja cambada

Jun 8th
Reply (1)

Ricardo Figueiredo

Miriam, parabéns pela reportagem!! Comecei um programa em inglês para denunciar os absurdos socioambientais que têm acontecido atualmente no Brasil. Pedirei licença e deixarei o link deste podcast e de seu artigo em minha publicação. Admiração por seu trabalho e o pelo trabalho da CBN.

May 12th
Reply

Mauricio Alves de Souza

Bom dia, Parabéns equipe de Míriam Leitão, Vocês são top, nota dez, a visão de vocês em relação a política e econômia é extraordinária...✌️👍

Jan 23rd
Reply

Lily Mendonça

Meu dia começa assim, ouvindo as melhores notícias

Jan 9th
Reply

Newton Rodrigues

episodio com erro

Dec 22nd
Reply

Joaquim S.A. Alcântara

Gentes, eu simplesmente amo esse podcast da Miriam. Míriam, tu é TOP!!! <3

Sep 25th
Reply (2)

Roberta Santana

Todo mundo baixando o nível, pra atingir o nível do presidente e aqueles que se sentem representados por ele

Sep 8th
Reply

Não Obrigado

Muito bom, Miriam!

Sep 6th
Reply

Christiano Lopes

As crises econômicas são de responsabilidade dos politicos e não de um único partido !!!!! Parece que os extremistas não conseguem entender isso..... As bolsas caem, pois os detentores das riquezas querem que sempre a sua vontade seja realizada. Fato é que quem elege é o povo e quado tais vontades são divergentes, os reflexos financeiros são negativos. Isso não quer dizer que o mundo está contra quem será eleito. O capital está contra ele.

Aug 16th
Reply

Maxwel Oliveira

Assim fica complicado... governo esqueceu da educação e tá focado na previdência.

Jul 15th
Reply (1)

Vinicius Almeida

Miriam, o governo carece de, ou subestima estudos nacionais: 1- O gás não é perdido nas plataformas ele é usado em turbinas que geram energia para a plataforma, do contrário usaríamos combustível pesado, mais poluente. 2- O retorno do investimento na construção de dutos e navios LNG justifica-se em países onde a fonte é próxima do consumo e exportação (Qatar/EAU, até os EUA onshore) mas não no Brasil. 3-O governo tem que fazer conta Miriam, porque o mercado faz as deles e sabe o que é viável na prática, sem ideologia de sala de aula do IBMEC.

Jun 26th
Reply

Sidney Chagas

Não houve impulso nenhum, quem conhece o Bolsonaro isso é mais que natural. Cargo comissionado é exoneravel ad nutum.

Jun 17th
Reply
Download from Google Play
Download from App Store