DiscoverGuerras Comerciais
Guerras Comerciais
Claim Ownership

Guerras Comerciais

Author: Wondery

Subscribed: 595Played: 4,731
Share

Description

Os negócios são uma guerra. Às vezes, o prêmio é sua carteira, ou sua atenção. Às vezes, é apenas a graça de ganhar do outro cara. O resultado dessas batalhas molda o que compramos e como vivemos.

Guerras Comerciais apresenta a você histórias reais não autorizadas de o que leva essas empresas e seus líderes, inventores, investidores e executivos a novos patamares -- ou à ruína. 

7 Episodes
Reverse
Nike – Adidas. Coca-Cola – Pepsi. Os negócios são uma guerra. Às vezes, o prêmio é sua carteira. Às vezes, sua atenção. Às vezes, apenas a graça de ganhar do outro cara. Da Wondery, a rede por trás de Dr. Morte. Estreia em 4 de novembro.
Em 2015, Kanye West virou as costas para a Nike, uma batalha sem tréguas na guerra em curso pela supremacia do tênis. Nike e Adidas são duas empresas multinacionais que valem bilhões em um setor estimado em US$ 220 bilhões em 2020 (o dobro do PIB da Ucrânia), mas isso nos faz perguntar - Por que empresas estão investindo tanto dinheiro em malha e borracha para os pés?
Rudi e Adi Dassler começaram o “Negócio Dassler” na década de 1920 na garagem de seus pais, reciclando materiais de equipamentos e uniformes militares da Primeira Guerra Mundial. Eles conseguiram colocar um par de sapatilhas de atletismo nos pés de um atleta chamado Jesse Owens nas Olimpíadas de 1936, e a empresa decolou... até a Segunda Guerra Mundial. A guerra podia ter terminado para a Alemanha, mas a rivalidade entre Adi e Rudi estava apenas esquentando. Rudi partiu para abrir sua própria empresa, a Puma, e Adi criou a Adidas. Cinquenta anos depois, com um ferro de waffle e um estoque da Onitsuka Tiger, Phil Knight e Bill Bowerman começam a mexer com alguns sapatos na cozinha de Bowerman. O ferro de waffle não durou muito, mas os sapatos duraram.
Desde que existem esportes profissionais, há atletas profissionais dispostos a aceitar dinheiro para usar certas marcas, mas os maiores acordos de patrocínio só foram possíveis por causa de uma invenção de meados do século 20: a televisão. Os fãs perceberam que podiam sintonizar seus atletas favoritos quase todos os dias da semana. As marcas perceberam que tinham centenas de cartazes ambulantes mostrando as capacidades de seus equipamentos esportivos em ação... e é uma corrida para ver quem consegue pegar os melhores atletas do mundo primeiro.
Todo novo funcionário da Nike recebe uma lista de princípios que servem como filosofia da empresa. Um: Nosso negócio é mudança. Dois: Estamos no ataque, o tempo todo. Com esses princípios, a Nike passou rapidamente de US$ 29 milhões em receita em 1973 para mais de US$ 850 milhões em 1983. Mas o maior impulso para a Nike foi um atleta promissor. Como Jesse Owens, cinquenta anos antes, um jovem Michael Jordan levaria uma marca nova de sapatos a novas alturas.
A Nike, uma retardatária, atingiu o ouro com sua campanha “Just Do It”. Lançado em 1988, a gigante dos calçados finalmente tinha um slogan tão bom quanto seus sapatos. Enquanto isso, a Adidas, a marca que começou e encontrou sucesso muito antes de a Nike ser sequer um sonho, se vê como a zebra. Os escritórios americanos parecem uma startup e são passados pelas mãos de ex-executivos da Nike e empresários europeus. O que é preciso para passar de uma empresa de um milhão de dólares para uma empresa de um bilhão de dólares? A Adidas tem que descobrir isso, e rápido.  
A rivalidade entre Nike e Adidas é intensa há décadas, mas sempre com respeito. Mas com intensidade aparecem... desertores. Apenas três no começo, que se propuseram a criar uma “Disneyland para designers”. E funcionou. Pela primeira vez em muito tempo, o swoosh foi superado por três pequenas listras brancas. Mas nem tudo é ruim. A constante concorrência levou as duas empresas a produzir sapatos melhores, vestuário melhor e tornou as empresas melhores. À medida que as guerras dos tênis entram em uma nova era, quem terá os melhores resultados? O tempo dirá, mas se Phil Knight sabe de algo, é que a empresa que não tem medo de errar.
Comments (6)

Marcelo Jovani

😍😍😍😍

Nov 23rd
Reply

RICARDO ANDRADE

top!

Nov 19th
Reply

Marcelo Jovani

😍😍😍😍😍

Nov 18th
Reply

Marcelo Jovani

😍😍😍😍

Nov 14th
Reply

Jeferson Nascimento

MRG👏👏

Nov 11th
Reply

RICARDO ANDRADE

TOP

Nov 7th
Reply
loading
Download from Google Play
Download from App Store