DiscoverNas Trincheiras
Nas Trincheiras
Claim Ownership

Nas Trincheiras

Author: Rapha Avellar

Subscribed: 2,414Played: 71,579
Share

Description

Eu sou fascinado por construir negócios, esse é o meu hobby. E, o “Nas Trincheiras” é o bastidor do meu dia a dia como um empreendedor serial. Sem segredos, sem mimimi, direto ao ponto. Compartilho com você o que nenhum livro ou faculdade vai te ensinar. Dicas e sacadas, em dose diária, direto das trincheiras do empreendedorismo.
644 Episodes
Reverse
Ainda vejo muito preconceito a respeito de uma questão importante a ser debatida no meio do marketing, que é falta de adaptabilidade de alguns marketeiros de gerações mais antigas às condições atuais. Longe de ser uma regra, mas é fato que a grande maioria tem mais dificuldade de adaptação do que pessoas mais jovens do ramo. Mas isso não significa que eles tenham que ficar presos aos moldes do passado.
Uma coisa que eu falo muito é que a velocidade não é inimiga da qualidade. Não me entenda errado, não estou te incentivando a cortar caminhos, porque não acredito que isso funciona. O meu ponto aqui é que quanto mais rápido você produz, mais quantidade você joga pro mundo e, como consequência disso, mais feedback você tem pra moldar e voltar a sua produção exatamente pro que o público quer. Afinal, não é você quem decide o que é bom, são eles.
Fazer marketing em 2021 é sobre se fazer relevante de ponta a ponta. No final do dia, branding está em tudo que tem a ver com a experiência da sua marca, então todos os pontos de contato com a sua audiência deveriam se tornar sua preocupação. A boa notícia é que isso te garante infinitas possibilidades de atingir seu público da maneira que faz mais sentido pro seu negócio. E a minha grande dica é: se coloque no lugar de consumidor e melhore todos os pontos que você julgaria no lugar dele.
No episódio de hoje, eu vou compartilhar com vocês um papo incrível que eu tive com os novos empreendedores que estão entrando aqui na Adventures, Inc. Isso faz parte da nossa cultura e a ideia é mostrar como esse componente é fundamental para o sucesso da nossa empresa. Espero do fundo do coração que esse bate-papo inspire você e o seu negócio. Dá o play e depois me diz o que achou.
Hoje o episódio é com a Patrícia Borges, atual CMO da L’Oréal Brasil.  Após anos de história em empresas como Unilever e Mondelez, ela foi responsável pelo lançamento no Brasil de produtos que mudaram hábitos de consumo. Ela implementou uma comunicação ainda mais próxima e democrática distanciando-se do padrão de beleza europeu e incorporando porta-vozes e embaixadoras brasileiras que representam diversidade e pluralidade. Este é apenas um highlight de um episódio muito maior!  Quer saber mais? Então cola lá na sua plataforma preferida e confira nosso Podcast na íntegra  ;) 
Uma das paradas que me deixa mais feliz é poder compartilhar meus insights diariamente nas principais plataformas digitais. E um dos temas que sou fascinado em falar é estoicismo. Com o lançamento do Mente do Rapha, meu action/skill disponível no Google Assistant e para Alexa, ficou ainda mais fácil entender o que penso sobre estilo de vida. E por isso, todo domingo você vai poder conferir o que se passou na minha mente naquela semana. Espero do fundo do coração ajudar. Vamos juntos.
Eu acho que nunca vou me cansar de falar que não importa o quão bom o seu conteúdo seja, o que importa, antes de tudo, é se o seu público vai ter acesso a ele. Por isso que eu te digo que você precisa estar sempre observando onde a sua audiência está, pra você se posicionar no mesmo local da melhor forma. É preciso saber usar as plataformas digitais de maneira inteligente, porque eu te garanto que isso muda completamente o seu negócio.
No episódio de hoje temos os melhores momentos de um Fireside Chat que eu tive com a equipe da Kimberly Clark, onde pude mostrar o meu ponto de vista sobre o como é o papel do marketeiro em 2021, falando de assuntos incríveis como atenção, voz, influenciadores, profundidade e impacto. Depois me conta na DM o que achou!
Do fundo do coração, eu não acho que você tenha que tentar monetizar cada passo que você dá na sua vida. Claro que você precisa se sustentar e ter recursos pra isso. Mas eu acho extremamente importante que você se esforce pra ser feliz também. Sucesso, pra mim, é trabalhar com algo que se ame, mesmo que isso não te dê o maior retorno financeiro do mundo. Você prefere ser rico e infeliz ou abrir mão de um salário muito alto pra fazer o que gosta?
Eu sei que o conceito de sucesso é extremamente relativo pras pessoas, mas eu enxergo de uma maneira muito simples. Sucesso, pra mim, é ser feliz. Mas eu não me confundo, não acho que a felicidade cai do céu. Eu acredito que a gente tem poder de correr atrás dela. E o que isso significa? É ter coragem pra assumir quem a gente é, de fato, preenchendo nossa vida da maneira que a gente quer e trabalhando com o que a gente ama. Isso é, sem dúvidas, o melhor investimento que você pode fazer pra si mesmo.
Liderança é muito mais do que te contam. Liderar uma companhia é sobre ter empatia e entender a posição do outro, independente de qual nível ele esteja. Pra ser um bom líder você precisa ter uma cultura voltada pra gerar conexão. E eu acho mega necessário existir essa abertura, porque através da conversa tudo fica mais fluído e, no final do dia, as pessoas se entendem. E quando você fortalece esses relacionamentos diversos, você ganha velocidade e, de verdade, eu acredito que essa mentalidade traz muito retorno positivo pra empresa como um todo.
Hoje o nosso papo é com o Marcio Callage, CMO do grupo Vulcabras, que engloba marcas como Olympikus, Under Armour e Mizuno no Brasil. Nosso convidado é uma lenda do mercado publicitário, já ganhou 5 Leões em Cannes e o Grand Prix Interactive no El Ojo. Já trabalhou inclusive com marcas como C&A, Nestlé, UBER, Natura, Jeep, Fiat, UFC, Grupo RBS, ONU e com a supermodelo Gisele Bündchen. Em um papo descontraído e construtivo, falamos sobre a relação das marcas com celebridades, creators e como trazer personalidades de influência para o meio corporativo, caso da cantora Iza que recentemente assumiu o posto de diretora de criação de uma das marcas do grupo. Mais do que isso, trocamos experiências valiosas sobre propósito, liderança e a relação de proximidade que precisa existir entre marcas e a realidade das comunidades. Curtiu? Vem ouvir essa conversa na íntegra! Este é apenas um highlight de um episódio muito maior!  Quer saber mais? Então cola lá na sua plataforma preferida e confira nosso Podcast na íntegra  ;) 
Uma das paradas que mais me deixa feliz é poder compartilhar meus insights diariamente nas principais plataformas digitais. E, um dos temas que sou fascinado em falar é estoicismo. Com o lançamento do Mente do Rapha, meu action/skill disponível no Google Assistant e para Alexa, ficou ainda mais fácil entender o que penso sobre estilo de vida. Por isso, todo domingo você vai poder conferir o que se passou na minha mente naquela semana. Espero do fundo do coração ajudar. Vamos juntos.
Você precisa entender que não existe hack, não existe fórmula mágica para crescer. A única forma de atingir os resultados que você quer de forma rápida é trabalhando duro em cima disso.
É super normal a gente ter que escolher, em algum ponto da vida, se mantemos nosso foco em apenas uma coisa ou se dividimos nossa atenção pra expandir negócios. Primeiro de tudo: não tem nada de errado nisso, ta? O que você precisa entender é que obviamente você não vai conseguir se dedicar 100% a todos eles da forma que se dedicaria a apenas um. E isso faz parte. Então, você precisa focar no que faz mais sentido pra você neste momento de vida, levando esses pontos em consideração.
O episódio de hoje é sobre os erros que eu acredito que a maior parte das pessoas e marcas cometem dentro desse tema. Uma marca culturalmente relevante é aquela que hackeia a cultura e canaliza as conversas para o que ela quer entregar agregando valor. Pense nisso!
A primeira coisa que você precisa no mundo digital é da atenção das pessoas. Se você não tiver isso, eu sinto muito, mas você não tem nada. Não importa que o seu conteúdo seja o melhor do mundo se ninguém está olhando pra ele, então essa deve ser sua preocupação número 1. Depois disso, o que diferencia o negócio que cresce é a monetização dessa atenção e a melhor maneira de fazer isso em 2021 é por meio das inúmeras conversas que as redes sociais permitem que aconteçam.
Carta Branca

Carta Branca

2021-03-3008:43

Do fundo do coração, eu espero que esse seja o episódio em que você para de ouvir o que as outras pessoas estão falando sobre a sua vida e começa a ouvir mais a sua intuição. Empreendedorismo implica em fracassos e sucessos monumentais. Você precisa deixar de lado o que os outros pensam e executar em cima dos seus sonhos. Se você precisa de uma permissão para começar, estou aqui. Me use de escudo para encarar os desafios de empreender. Recebo e respondo tudo que você e meus milhares de seguidores mandam todos os dias. Pode me cobrar. Mas faça alguma coisa. Você tem Carta Branca!
Estamos de volta! No primeiro episódio da 2ª temporada eu recebo um grande amigo que tem como missão empoderar a criatividade por meio de dados. O papo de hoje foi com o Gian Martinez, CEO e fundador da Winnin. Ele que já trabalhou com marcas como AB-Inbev, Danone, Coca-Cola, Nestlé e Nubank, nos conta um pouco sobre a importância da criatividade, como conquistar relevância, cultura e também um tema super importante do mercado atual e que merece muito da sua atenção: o conceito de ideias líquidas. Tivemos um papo bastante construtivo a respeito de como marcas podem se destacar no mercado por meio do impacto na cultura e para conquistar relevância. Além disso, falamos sobre o que você pode deixar legado em um mundo em que estamos o tempo todo disputando a atenção das pessoas. Curtiu? Vem ouvir essa conversa na íntegra! Este é apenas um highlight de um episódio muito maior!  Quer saber mais? Então cola lá na sua plataforma preferida e confira nosso Podcast na íntegra  ;) 
Uma das paradas que mais me deixa feliz é poder compartilhar meus insights diariamente nas principais plataformas digitais. E, um dos temas que sou fascinado em falar é estoicismo. Com o lançamento do Mente do Rapha, meu action/skill disponível no Google Assistant e para Alexa, ficou ainda mais fácil entender o que penso sobre estilo de vida. Por isso, todo domingo você vai poder conferir o que se passou na minha mente naquela semana. Espero do fundo do coração ajudar. Vamos juntos.
loading
Comments (26)

Renann Dias

que conteúdo foda.

Jun 25th
Reply

Bruno Ramos

fantástica essas dicas

Jun 3rd
Reply

Bruno Ramos

Muito bom. Minha esposa tem um salão e vai servir muito para ela.

Feb 15th
Reply

Emerson Bispo

Olá, Primeiramente quero parabenizar os seus conteúdos via PodCast, através do Spotify, de coração mesmo meus parabéns! Vamos lá! Tenho 43 anos de idade, casado e pai de 02 filhos. Estou há pouco mais de 01 ano interessado em iniciar atividades no “marketing digital”, mas vejo em grandes vídeos (youtuber), falarem sobre idade entre 18 à 28 ano ou um pouco a mais. Desejo saber para quem inicia com a idade como a minha, de que forma superar este mercado comparado para afiliados ou produtores que tem hoje com a idade inferior? Poderia me ajudar nesta questão? Desde já agradeço novamente pelo conteúdo TOP. Parabéns! Emerson Bispo

Feb 14th
Reply

Lucas Santos

Que #FODA. Meu primeiro pensamento que tive foi larga minha bolsa 100% EAD de Marketing para estudar na CRIA. Aqui vai de desabafo. Tudo que tem no cronograma na faculdade são teorias e mais teorias ultrapassadas. Realmente só faço faculdade porque número 1 não me custa nada porque é bolsa 100%. 2 Qualquer oportunidade de crescimento ou um processo seletivo uns dos pré-requisitos para poder se candidatar é estar na faculdade.

Dec 4th
Reply

Eng.Thais Fernanda

Inspiração!

Jul 11th
Reply

Anailton Pimenta

Muito show. Primeiro áudio de Podcast que acompanho achei muito massa. Vou ficar viciado nesse negócio

Jun 25th
Reply

Lucas Santos

Cara você definiu Marketing Multi Nível. Eles praticamente fazem um lavagem cerebral para você entrar no negócio. Fui convidado por um ex-amigo do exército que eu confiava demais, mais ele e eu quebramos.

May 9th
Reply

Jota Barros

Esse conceito de se habituar a produzir é muito real.

Feb 17th
Reply

Guilherme Bettcher

Simplesmente foda.

Dec 21st
Reply

Luiz Gabriel Oliveira

Rapha é bizarro

Sep 19th
Reply (1)

Abran Pereira

Animal

Aug 22nd
Reply

Santiago

Parabéns pelo trabalho!!! Gostaria de saber se você tem canal no Youtube.

Jul 16th
Reply (1)

guilherme salomao

Parabéns pelo trabalho!!!!

Jul 16th
Reply

Pedro Santos

🔥

Jul 13th
Reply

Leonardo Matsura

🙊🙊🙊

Jul 10th
Reply

Marcello Augusto

Melhor conteúdo, sem dúvidas !

Jul 9th
Reply

David Kesller

showww demaaaisss

Jul 9th
Reply

David Alves

ótimo conteúdo, discordo em partes sobre a faculdade.

Jul 9th
Reply

Carolina Galvão Moita

Simplesmente fodástico!

Jul 9th
Reply
Download from Google Play
Download from App Store