DiscoverPodcast Tecnopolítica
Podcast Tecnopolítica
Claim Ownership

Podcast Tecnopolítica

Author: Podcast Tecnopolitica

Subscribed: 206Played: 4,271
Share

Description

No Tecnopolítica debatemos como a tecnologia tem modificado nossas relações sociais, econômicas e políticas. Conversamos sobre os mecanismos de poder e de sujeição que as tecnologias podem incorporar e conduzir e praticamos a crítica sobre os dispositivos e os aparatos técnicos apresentados como neutros, objetivos e eficientes.
28 Episodes
Reverse
Neste episódio, a pesquisadora Letícia Cesarino, antropóloga e professora da UFSC, conversa com Sergio Amadeu sobre o ecossistema de desinformação nas eleições de 2018 e sobre o populismo digital. Leticia Cesarino estudou o conteúdo da memética bolsonarista principalmente no Whatsapp. Desvendando o design dos memes, inspirada na cibernética, Letícia Cesarino fala dos padrões aplicados pela estratégia da extrema direita. A conversa caminhou para a análise da relação entre populismo digital e o neofascismo tecnológico.
Neste episódio, Sergio Amadeu conversa com Fernanda Bruno, professora titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e uma das fundadoras da Rede Latino-Americana de Estudos de Vigilância, Tecnologia e Sociedade (Lavits), sobre as implicações da conversão da experiência humana em dados que são explorados por grandes corporações. A conversa iniciou com a análise da psicologia behaviorista que sustenta a lógica da captura dos comportamentos como expressões da realidade e dos estados mentais das pessoas. Avançou para a psicoeconomia da probabilidade e para como a sujeição algorítmica é performativa e tratou da crítica ao império da probabilidade e da necessidade de superar o modo como tratamos as tecnologias.
Neste episódio, Sérgio Amadeu conversa com a fundadora e diretora da Coding Rights, Joana Varon, sobre o projeto de Lei das fake news - que deve ser votado ainda essa semana - e que ameaça a democracia, principalmente, por meio da coleta de dados massiva prevista no PL. Ao longo do bate-papo, Joana analisa como o projeto não resolverá as questões da fake news e sim ampliará a vigilância e o controle, visto que o PL exige que cada cidadão realize cadastros nos ambientes digitais fornecendo seus dados pessoais, como o número de suas identidades, por exemplo. Isso coloca em risco todos os cidadãos, principalmente, as pessoas que precisam realizar denúncias por meios digitais, fontes de jornalistas que se comunicam por emails e chats, entre outros. A Coding Rights, por meio do Radar Legislativo, acompanha o andamento de projetos de lei no congresso relacionados a tecnologias e direitos humanos e tem analisado há semanas a tramitação e as mudanças nesse PL e o quanto ele caminhou recentemente de forma rápida no senado e com participação quase nula da população e das organizações.
Neste episódio, Sérgio Amadeu conversa com Nelson Pretto, ativista e professor da Universidade Federal da Bahia, sobre o avanço das plataformas tecnológicas como mediadoras da relação entre estudantes e educadores.O bate-papo percorre questões como: Quais são os problemas da submissão do processo de ensino-aprendizado às corporações? Elas são neutras? Oferecem interfaces e sistemas gratuitamente por solidariedade ou para manterem seus modelos de negócios baseados na coleta e na extração de padrões oriundos dos dados pessoais? Por que as educadoras e educadores são tão pouco críticos com as big techs? É possível hackear esses sistemas?
Neste episódio, Sergio Amadeu conversa com Silvana Bahia, diretora de projetos do Olabi e coordenadora do PretaLab, iniciativa que incentiva a participação das mulheres negras na tecnologia. As mulheres negras representam mais de 27% da população brasileira, porém somente cerca de 1% são parlamentares e 0,5 % ocupam cargos de diretoras em grandes empresas. Na área de tecnologia esses números nem existem, mas as mulheres são minoria e as mulheres negras são mais raras ainda nos espaços de desenvolvimento tecnológico. A conversa buscou desvendar essa trama e os bloqueios que são colocados e impedem que mais negras reconfigurem e enriqueçam nossas criações sociotécnicas.
Neste episódio, Sergio Amadeu conversa com Thiago Novaes, ativistas, antropólogo e pós-doc pelo College of London. No bate-papo, percorrem um tema muitas vezes renegado e desapercebido: o controle do espectro radioelétrico.Esse espaço é rigorosamente controlado pelo Estado e agora está sendo reivindicado pelo mercado para a sua completa privatização. Essas ondas de rádio carregam a Internet sem fio e deveriam ser um espaço comum, em que pudéssemos utilizar rádios definidos por software, rádios cognitivos e redes mesh.Sergio e Thiago chamam a atenção para a importância de considerar o espectro radioelétrico na luta pela comunicação como um bem comum.
Neste episódio, Sergio Amadeu conversa com as pesquisadoras, Patrícia Camargo Magalhães, física e pós-doutoranda na Universidade de Bristol, e Maria Carolina Maziviero, urbanista e professora da Universidade Federal do Paraná, e com o pesquisador e professor na Universidade Federal do ABC, José Paulo Guedes, sobre o Ação Covid-19, um simulador que demonstra como a pandemia avança em um país desigual. Conheça: https://acaocovid19.org/home
Neste episódio, Sérgio Amadeu conversa com o jornalista, doutorando e mestre em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC, João Cassino, sobre a adesão da mega corporação de software proprietário, a Microsoft, à defesa e ao uso do software livre.No bate-papo, João Cassino, apresentou um panorama sobre a implementação do software livre no Brasil e sobre como ativistas institucionais conseguiram avançar frente a resistências e lobbies no país para criar modelos de tecnologias baseados no compartilhamento do conhecimento. O tema faz parte da dissertação de mestrado defendida por João Cassino no final de 2019.
Neste episódio #40, Sérgio Amadeu conversa com Fernanda Campagnucci, diretora executiva do Open Knowledge Brazil, sobre a transparência dos governos na pandemia de Covid-19.No bate-papo, Fernanda apresenta os dados do projeto Índice de Transparência da Covid-19, realizado pela Open Knowledge Brasil, para avaliar a qualidade dos dados e informações relativos à pandemia e como esses dados têm sido divulgados pela União e pelos estados brasileiros em seus portais oficiais.A partir das análises apresentadas, Sérgio e Fernanda percorrem a relação entre transparência e privacidade e a necessidade dos governos garantirem informações abertas e de qualidade para efetivamente ser possível enfrentar a pandemia.
No episódio #39, Sérgio Amadeu conversa com o professor titular do Departamento de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporânea da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, André Lemos. O bate-papo resgata a trajetória do virtual até o neorrealismo, passando pelas profundas transformações da sociedade para uma intensa dataficação e para a conformação de arranjos autoritários que precisam ser enfrentados. É preciso politizar as tecnologias e nelas aplicar uma reconfiguração tecnopolítica.
Biopolítica é um termo muito caro no universo de Michael Foucault. O filósofo trata de disseminar o termo como sendo fundamental para analisar como governos europeus, em especial, no século XVIII, passaram a descobrir a população como elemento fundamental para fortalecer suas razões de Estados, trazendo mecanismos políticos de regulamentação dos processos da vida.Neste episódio, Sérgio Amadeu percorre como a biopolítica criou a gestão da saúde e como essa noção vem da observação de um cenário de racionalidade política que se dá com a emergência do liberalismo. Ele também observa como o termo pode ser analisado no atual contexto da pandemia de Covid-19 no Brasil.
Neste episódio, Sérgio Amadeu conversa com Asa, hacker independente e um dos articuladores da rede Makers contra o covid-19.Em meio a pandemia, makers entraram com força no apoio aos profissionais de saúde, produzindo máscaras, viseiras, válvulas, hastes, entre outros insumos.Para saber mais e também ajudar uma das principais redes makers de apoio a Saúde na Covid-19, acesse: https://makerscontracovid.net.br/
Em meio a pandemia de Covid-19, cresce a escalada da utilização de tecnologias de vigilância, seja com o ensino à distância, com o home office (trabalho em casa) ou com o governo recebendo dados de geolocalização dos cidadãos pelas empresas de telecomunicações. O que este cenário nos reserva pós-pandemia? Buscando analisar essas questões, Sérgio Amadeu conversa com o pesquisador e professor da Unicamp, Rafael Evangelista, sobre três cenários possíveis: o primeiro consiste na perspectiva de que o mundo voltará normalmente ao que era antes, como tem dito figuras como Paulo Guedes. O segundo apresenta a abordagem daqueles que avaliam que as sociedades terão que enfrentar os avanços do autoritarismo implementados durante o combate da pandemia. E o terceiro é o que Evangelista chama de avanço do aceleracionismo, doutrina dos líderes do Vale do Silício, que diz que os avanços das tecnologias nos levarão a um mundo melhor, mais capitalista e mais livre.
No episódio #32, Sérgio Amadeu conversa com Leo Cruz e Filipe Saraiva sobre a problemática do avanço do uso de plataformas privadas de grandes empresas como Google, Apple, Facebook, Amazon e Microsoft na educação brasileira e sobre como a monetização dessas corporações está baseada no chamado Capitalismo de Vigilância. Termo utilizado pela pesquisadora Shoshana Zuboff (Harvard Business School) para designar uma forma de reprodução do Capital baseada na extração de dados pessoais via tecnologias digitais para prever o comportamento das pessoas e com isso ofertar produtos e serviços.Conheça o projeto Educação Vigiada: https://educacaovigiada.org.br/
No episódio 31, Sérgio Amadeu conversa com a jornalista, ativista e membro do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, Marina Pita, sobre a realidade brasileira em relação aos acessos à internet no País e a importância da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) publicar uma liminar proibindo a suspensão de serviços de conexão à Internet móvel ou fixa por 90 dias, incluindo o bloqueio da navegação em caso de atingido o limite da franquia. É fundamental que neste período toda a população tenha acesso à Internet, seja para se comunicar e/ou para estudar, visto que diversas atividades escolares também estão contando com a tecnologia para ampliar as possibilidades do acesso ao estudo.
No episódio 30, Sérgio Amadeu conversa com o pesquisador do Laboratoire Interdisciplinare Sciences Innovations Sociétés (LISIS) de Paris, Ale Abdo, sobre a pandemia e os métodos sociológicos de imersão e de análises matemáticas utilizados para compreender dinâmicas coletivas amparadas em tecnologias da informação.
Neste episódio, Sérgio Amadeu conversa com três convidados, Rodolfo Machado (representante da Associação Nacional de Empregados da DataPrev), Alberto Nunes e Silvio Aparecido (ambos da Organização por Local de Trabalho), sobre os riscos que a privatização da DataPrev apresenta a todos os cidadãos brasileiros e a quem interessa os dados pessoais dos trabalhadores que estão sob a guarda da DataPrev.
Neste episódio, Sérgio Amadeu conversa com o professor sênior do Instituto de Energia e Ambiente da USP e autor do livro ‘Muito Além da Economia Verde’, Ricardo Abramoway, sobre o crescimento exponencial da utilização de câmeras de segurança, da coleta de biometrias, de sistemas de reconhecimento facial, entre outras tecnologias, que em nome da “segurança” estão desenvolvendo estruturas digitais que ameaçam as liberdades individuais.
Neste episódio, Sergio Amadeu conversa com Júlio Monteiro sobre as tendências, caminhos e descaminhos do registro distribuído e criptografado. Monteiro compara o blockchain com alternativas como o holochain e percorre um pouco mais sobre o universo da criptografia e das criptomoedas e as tendências no mundo.
Após curtas férias, estamos de volta! Desejamos um excelente ano para aquelas e aqueles que lutam pela democracia! Nesse primeiro episódio de 2020, Sérgio Amadeu faz uma breve análise sobre como será a tecnopolítica em 2020.
loading
Comments (3)

Rosa Lúcia Rocha Ribeiro

poxa Sérgio... gosto de vc, mas precisa aprender a deixar a mulher falar... vejo que vc expressou tudo o.que criticamos... mas sei.que.vc vai superar isso, blz?

Sep 16th
Reply

Rosa Lúcia Rocha Ribeiro

o apresentador foi muito inconveniente não deixando a Zezé falar direito. muito chato

Sep 16th
Reply

Caio Filipe

não sei se alguém pensa o potencial que o Tor tem de proteger criminosos. O custo da privacidade acaba sendo um mal uso por parte de algumas pessoas.

Mar 31st
Reply
Download from Google Play
Download from App Store