DiscoverRádio Companhia
Rádio Companhia
Claim Ownership

Rádio Companhia

Author: Companhia das Letras

Subscribed: 1,039Played: 7,548
Share

Description

O podcast do Grupo Companhia das Letras.
contato: radio@companhiadasletras.com.br
81 Episodes
Reverse
Neste episódio, a apresentadora Marina Pastore conversa sobre "A caixa-preta", de Amós Oz, com Bruna Brito, do departamento de projetos digitais, Enrico Sera, da assessoria de imprensa, e Tainara Machado, do blog Achados & Lidos. Ouça também uma introdução de Ricardo Teperman, editor da obra de Amós Oz na Companhia das Letras, e um depoimento de Luiz Schwarcz sobre o autor."A caixa-preta" é um romance epistolar em que Ilana, anos depois de um divórcio escandaloso, procura passar a limpo seu casamento com Alex Guideon, escritor mundialmente famoso. Por trás de paixões pessoais que beiram a loucura, desenha-se com precisão o complexo panorama social, religioso e político da vida em Israel. Saiba mais em http://bit.ly/2H8Xw0a Ouça no SoundCloud, iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito.Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.Edição: Jose Bárrickelo
Neste episódio especial da Rádio Companhia, as responsáveis pela edição e divulgação das obras de George R.R. Martin na Editora Suma discutem o fim da série, as esperanças para os próximos livros e os erros e os acertos da adaptação da HBO. Os livros embasam as escolhas de D&D? Martin vai entregar o "Ventos de inverno" em breve? Vale assinar uma petição para a refilmagem da última temporada? A resposta a gente não tem, mas discutir a gente vai.Estão participando deste podcast Beatriz D'Oliveira e Paula Lemos, editoras da Suma, Helen Claro e Ana Goulart, que cuidam da parte de negócios digitais, e Laura Dourado, responsável pelas redes sociais da Suma. Cada uma conta um pouco sobre sua relação com os livros e com as séries. Cuidado: este episódio está coberto de spoilers!
Bem-vindos à nova Rádio Companhia, o podcast da Companhia das Letras!Depois de quase três anos no ar, voltamos para esta nova temporada, reformulados, cheios de boas novas. A partir de agora, na nossa Rádio Companhia, você encontrará, na primeira semana de cada mês, mais informações sobre os lançamentos do período. Traremos também novidades da editora, discussões sobre assuntos do momento e entrevistas com os nossos autores e colaboradores.Neste programa de maio, conversamos com os editores da Companhia sobre os livros “Meus começos e meu fim”, de Nirlando Beirão; “O mundo da escrita”, de Martin Puchner; “A interpretação dos sonhos”, de Sigmund Freud; “Cinco mil anos”, de Caco Galhardo; “Dois artistas da sombra”, de Rodrigo Naves.E a entrevistada do mês é Lilia Moritz Schwarcz, que está lançando “Sobre o autoritarismo brasileiro”. No podcast, Lilia responde perguntas feitas pelos nossos leitores nas redes sociais.Apresentação e roteiro: Mariana FigueiredoEdição: Central 3
Neste programa especial, comemoramos os 50 anos de literatura de Sérgio Sant’Anna, um dos nossos grandes escritores contemporâneos. Mestre das formas breves, Sérgio é autor de diversos livros, como “A tragédia brasileira”, “O concerto de João Gilberto no Rio de Janeiro” e, mais recentemente, “Anjo noturno”.Para comentar essa trajetória literária notável, convidamos quatro jovens escritores: Sérgio Rodrigues, Gustavo Pacheco, Carola Saavedra e Emilio Fraia. Além de depoimentos sobre a obra de Sérgio Sant’Anna, eles também fizeram seis perguntas ao autor.Por fim, você ouve a leitura de “Um conto quase mínimo”, conto de Sérgio publicado apenas na nossa newsletter Contém Um Conto. Ouça também no iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito.Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.Roteiro e apresentação: Paulo SantanaApoio: Laura Dourado e Daniela DuarteEdição: Jose Barrichello
Bem-vindos à Rádio Companhia, o podcast do Grupo Companhia das Letras! Este é o nosso septuagésimo sétimo programa e hoje temos uma nova edição do Clube Rádio Companhia. O apresentador Fabio Uehara conversa sobre “Orgulho e preconceito” com, de Jane Austen, com Marina Pastore, gerente de projetos digitais, Luara França, editora da Penguin-Companhia, Bruna Brito, assistente de projetos digitais, e Juliana Gomes, especialista em negócios editoriais, co-cordenadora e co-criadora do Leia Mulheres. Em “Orgulho e preconceito”, clássico da literatura mundial, Jane Austen constrói alguns dos mais perfeitos diálogos sobre a moral e os valores sociais da pseudoaristocracia inglesa. Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dotes. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso — mas imprudente — senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína: ela não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Nesta obra, Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu. Ouça também no iTunes, Deezer ou no Spotify. Ou no seu agregador de podcasts favorito. Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.Produção e Apresentação: Fabio Uehara https://www.instagram.com/fauehara/Edição: Jose Bárrickelo
Hoje falaremos com Paulo Henriques Britto sobre “O Corvo" de Edgar Allan Poe, o poema mais assustador da literatura ocidental e suas traduções.“A morte de uma mulher bela é, sem sombra de dúvida, o tema mais poético do mundo.” Assim Edgar Allan Poe justificaria a gênese de “O corvo”, poema publicado sob pseudônimo originalmente em 1845. Mas o que faz com que esses versos hipnotizantes sobre perda e desejo, escritos de modo tão calculado pelo mestre do terror há quase dois séculos, tenham merecido tantos elogios e tamanha controvérsia?Nesta edição, o leitor vai conhecer as traduções mais notáveis de “O corvo” para a nossa língua — as de Fernando Pessoa e Machado de Assis —, analisadas pelo poeta, tradutor e professor Paulo Henriques Britto, que também traduz três textos fundamentais de Poe sobre poesia (“A filosofia da composição”, “A razão do verso” e “O princípio poético”) e examina a faceta ensaística do escritor.https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=14539Participe do Clube Rádio Companhia, com "Orgulho e preconceito", de Jane Austenhttps://www.facebook.com/events/402748173615898/Ou pelo e-mail: radio@companhiadasletras.com.brOuça também nosso programa no iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito.Apresentação: Alice Sant'anna
Olá, ouvintes da Rádio Companhia! Em comemoração ao lançamento de “Grande sertão: veredas”, de João Guimarães Rosa, nós produzimos este podcast especial, em um novo formato. Apresentamos um pouco mais sobre a obra e tentamos aproximar aqueles que têm medo de se debruçar sobre as quase 600 páginas do romance — não é tarefa fácil, mas podemos garantir que é um caminho sem volta.Conversamos com Amara Moira, Milton Hatoum, Érico Melo, Yudith Rosenbaum, Sandra Teixeira Vasconcelos e Fernanda Rivitti.Leituras de Maria Bethânia e Francisco Papaterra Limongi Neto.Para saber mais sobre “Grande sertão: veredas”, acesse o site especial: www.companhiadasletras.com.br/gsvE sabe quem está de volta? O Clube Rádio Companhia, com "Orgulho e preconceito", de Jane Austen. Participe: https://www.facebook.com/events/402748173615898/Contato: radio@companhiadasletras.com.br Ouça também no iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito.Produção, roteiro e apresentação: Mariana FigueiredoEdição: Jose Barrichello
Bem-vindo à Rádio Companhia, o podcast do Grupo Companhia das Letras. Aqui é Fabio Uehara e este é o septuagésimo quarto programa. Hoje falaremos novamente de "Grande sertão: veredas", de João Guimarães Rosa, dessa vez com José Miguel Wisnik, Alceu Chierosin Nunes, Elisa Braga e Celia Maria Silva. Esta é a segunda parte dos programas especiais sobre e a nova edição de uma das obras fundamentais da literatura brasileira. Publicado originalmente em 1956, "Grande sertão: veredas", de João Guimarães Rosa, revolucionou a literatura brasileira e segue despertando leituras apaixonadas a cada geração. A atual edição deste clássico arrebatador — uma história sobre amor, desejo, sofrimento, violência e alegria — traz novo estabelecimento de texto, vasta fortuna crítica, cronologia e sugestões de leitura.O primeiro convidado é José Miguel Wisnik: pianista e compositor, atualmente é professor aposentado da Universidade de São Paulo. Publicou, entre outros livros, “O coro dos contrários: A música em torno da Semana de 22” (1977), “O som e o sentido: Uma outra história das músicas” (1988, 2017), “Sem receita: Ensaios e canções” (2004), “Veneno remédio: O futebol e o Brasil” (2008) e “Maquinação do mundo: Drummond e a mineração” (2018).A nova edição de "Grande sertão: veredas" conta com ilustrações de Poty Lazzarotto (1924-1998), artista paranaense responsável pelas ilustrações de capa das primeiras edições deste e de outros livros de Guimarães Rosa — como "Corpo de baile" e "Sagarana". Desenhados para a segunda edição do romance, de 1958, os mapas das regiões noroeste e nordeste de Minas Gerais, constelados de figuras e símbolos enigmáticos, são agora reproduzidos nas orelhas de nossa edição. O projeto gráfico conta também com intervenções originais de Poty, além de um logotipo da editora especial para o livro.Assinada por Alceu Chiesorin Nunes, diretor de arte da Companhia das Letras, a capa de "Grande sertão: veredas" é inspirada no bordado do avesso da obra "Manto da apresentação", de Bispo do Rosário, com a reprodução de nomes dos personagens. No programa, Alceu fala mais sobre a criação da capa.Depois, ouvimos Elisa Braga, bordadeira e ex-diretora de produção da Companhia, que também participou do episódio #11, sobre a produção do livro. E, por fim, ouviremos Celia Maria Silva, bordadeira do grupo Artesãs da Linha Nove. Agradecemos a Maria Lutterbach e sua equipe pelo belo registro destas conversas, que você poderá encontrar em vídeo no canal da Companhia das Letras no YouTube: www.youtube.com/companhiadasletrasPara saber mais sobre Grande sertão: veredas, acesse o site especial: www.companhiadasletras.com.br/gsvE você já conheceu nossa edição? Já leu este marco da literatura? Escreva-nos no e-mail radio@companhiadasletras.com.brAté semana que vem!
Bem-vindo à Rádio Companhia, o podcast do Grupo Companhia das Letras. Aqui é Fabio Uehara este é o septuagésimo terceiro programa, em que iniciamos uma série sobre "Grande sertão: veredas", de João Guimarães Rosa. Hoje ouviremos Silviano Santiago, Érico Melo e Bia Lessa que participam de uma série de entrevistas que você poderá ouvir aqui e também em vídeo. Publicado originalmente em 1956, "Grande sertão: veredas", de João Guimarães Rosa, revolucionou o cânone brasileiro e segue despertando o interesse de renovadas gerações de leitores. Ao atribuir ao sertão mineiro sua dimensão universal, a obra é um mergulho profundo na alma humana, capaz de retratar o amor, o sofrimento, a força, a violência e a alegria. Esta nova edição conta com novo estabelecimento de texto, cronologia ilustrada, indicações de leituras e célebres textos publicados sobre o romance, incluindo um breve recorte da correspondência entre Clarice Lispector e Fernando Sabino e escritos de Roberto Schwarz, Walnice Nogueira Galvão, Benedito Nunes, Davi Arrigucci Jr. e Silviano Santiago. E começamos com ele mesmo. Silviano nasceu em 1936, em Formiga (MG). Doutor em letras pela Sorbonne, Silviano começou a carreira lecionando nas melhores universidades norte-americanas. Transferiu-se posteriormente para a PUC-Rio e é, hoje, professor emérito da UFF. Por três vezes foi distinguido com o prêmio Jabuti. Pelo conjunto da produção literária, recebeu o prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras e o José Donoso, do Chile. Sua vasta obra inclui romances, contos, ensaios literários e culturais. Pela Companhia das Letras, publicou “Mil rosas roubadas”, “Machado”, entre outros. Também é autor de “Genealogia da ferocidade: Ensaio sobre ‘Grande sertão: veredas’, de João Guimarães Rosa” (Cepe, 2017). O segundo convidado é Érico Melo. Doutor em literatura brasileira pela USP e pesquisador da obra de João Guimarães Rosa, Érico foi responsável pelo estabelecimento de texto, pesquisa iconográfica e cronologia da nova edição do romance. E, para fechar, vamos ouvir Bia Lessa, que é diretora de teatro, ópera, shows e instalações. Bia comenta sua relação com a obra-prima de João Guimarães Rosa e as adaptações que realizou para o teatro, cinema e exposição. Agradecemos a colaboração de Manuela Muzachio, que você ouve nesta última entrevista. Agradecemos também Maria Lutterbach e sua equipe pelo belo registro destas conversas, que você poderá encontrar em vídeo no canal da Companhia das Letras no YouTube: http://youtube.com/companhiadasletras Para saber mais sobre “Grande sertão: veredas”, acesse o site especial: www.companhiadasletras.com.br/gsv Gostaria de ouvir de você quais são as suas impressões sobre este livro emblemático, escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br E na semana que vamos ouvir a segunda parte deste especial sobre “Grande sertão: veredas”, de João Guimarães Rosa. Até lá!
Chegou a hora de falarmos de alguns dos lançamentos de 2019.Falamos com Júlia Moritz Schwarcz para sabermos das novidades da Companhia das Letrinhas, Seguinte, Paralela, Fontanar e Companhia de Mesa; temos também Marcelo Ferroni com os lançamentos da Alfaguara, Objetiva e Suma e terminamos com Otávio Marques da Costa, publisher da Companhia das Letras, Penguin-Companhia, entre outros.Aqui colocamos um índice de onde falamos de cada selo:Companhia das Letrinhas 0:01'12"Seguinte 0:13'24"Paralela 0:24'38"Fontanar 0:31'16"Alfaguara 0:38'08"Objetiva 0:43'45"Suma 0:49'16"Companhia das Letras 0:52'16"
loading
Comments (8)

Ian Herman

também não gostei do novo formato. cansou mesmo, ou não temos mais tanto foco pra aprofundar em diferentes temas de uma vez só.

May 20th
Reply

Myllena Pampuch

sempre mando nudes da alma 😆

May 20th
Reply

Augusto Menna Barreto

Não gostei do novo formato. Ficou maçante. O formato anterior era bem mais legal, possibilitava um aprofundamento incrível dos temas. Ah, mas gostei muito da entrevista com a Lili.

May 16th
Reply

Augusto Menna Barreto

programa maravilhoso !

Mar 14th
Reply

Augusto Menna Barreto

Vai ter lançamento do livro em Curitiba?

Jan 30th
Reply

Leandro Carvalho

Excelente ouvir estes dois!

Jan 7th
Reply

Edson Neto

Perfeito <3

Mar 29th
Reply

Slccnocsas Sas

um dos melhores podcasts de literatura da podosfera

Oct 24th
Reply
loading
Download from Google Play
Download from App Store