DiscoverBRIO - Jornalismo para seus novos tempos
BRIO - Jornalismo para seus novos tempos
Claim Ownership

BRIO - Jornalismo para seus novos tempos

Author: Fábrica de Podcasts

Subscribed: 530Played: 3,599
Share

Description

Podcast sobre jornalismo e jornalistas. Na série Primeiros Passos, entrevistas com gente experiente falando como começou na profissão. E no Provoca, um debate sobre as questões que nos afligem. Nosso propósito é ajudar você a ultrapassar seus limites e explorar o máximo de seu potencial desenvolvendo novas habilidades a partir de quatro prismas centrais: criatividade, espírito crítico, planejamento e autonomia.
47 Episodes
Reverse
No episódio final da primeira temporada da série primeiros passos do podcast do BRIO, os papéis se invertem e Júlio Lubianco é entrevistado por Breno Costa. Nessa conversa, ele lembra do início da carreira, de como conciliar a timidez com a vida de jornalista, de erros e acertos profissionais. .Gostou da temporada? O que pode melhorar? Fale com a gente no Twitter:.https://twitter.com/jlubiancohttps://twitter.com/brio_media.Reportagem citada:https://goo.gl/eftHV.Saiba mais:https://briohunter.org/julio-lubianco/
O enorme desafio de cobrir Jair Bolsonaro, uma Presidência hostil à imprensa e ao jornalismo crítico como nenhuma outra. .Entre nessa conversa: .https://twitter.com/brio_media https://twitter.com/_brenocosta_ https://twitter.com/natalialevienhttps://twitter.com/jlubianco
Nessa entrevista, Claudia Antunes fala das transformações que viu passar na imprensa em 35 anos de profissão, do início da carreira e das oportunidades que a fizeram se especializar em jornalismo internacional e do desafio digital das grandes redações.Reportagens citadas:Novela bolivianahttps://piaui.folha.uol.com.br/materia/novela-boliviana/Os descontentes do portohttps://piaui.folha.uol.com.br/materia/os-descontentes-do-porto/Saiba mais: https://briohunter.org/claudia-antunes/
Especialista em jornalismo audiovisual, Mario Rezende começou no jornalismo impresso. Passou depois por praticamente todas as emissoras de TV do país. Sempre conseguiu seus trabalhos via indicação e afirma que o desenvolvimento de relacionamentos pessoais é essencial para conseguir uma oportunidade. "Para quem está recrutando, a indicação já é meio caminho andado". Mario falou também dos seus principais erros, inclusive um que lhe custou o seu primeiro emprego, no início da carreira. Uma lição para o resto da vida.Saiba mais: https://briohunter.org/mario-rezende/
Mariana tem 15 anos de jornalismo e passagens por Band, Estadão, JB, TV Globo e O Globo e colaborações com outros dos principais veículos do país. Concilia a atividade profissional com a carreira acadêmica e é uma especialista em garimpar histórias. Nessa entrevista, ela fala dos bastidores de grandes reportagens, ensina que uma boa fonte pode estar mais perto do que se imagina --um vizinho, por exemplo-- e conta erros que a fizeram ser uma jornalista melhor..Reportagens citadas:.Encontrada gravação inédita com único registro de voz de Torquato Neto https://goo.gl/9cfkAS.Ex-radialista abre baú e revela entrevistas ineditas com nomes como Pixinguinha e Vinícius de Moraes https://goo.gl/s9hAAA.Letras originais censuradas de Candeia, Paulinho da Viola e outros bambas https://goo.gl/oovwxe.Saiba mais: https://briohunter.org/mariana-filgueiras/
Neste episódio, Breno Costa , Guilherme Ibraim e Júlio Lubianco discutem o responsabilidade do jornalismo no ambiente de desinformação eleitoral. Como contribuímos para chegarmos aqui? O que fazer para recuperar a relevância? .Entre nessa conversa: .https://twitter.com/brio_media https://twitter.com/_brenocosta_ https://twitter.com/gibraimhttps://twitter.com/jlubianco
Michele passou 21 anos na Sempre Editora, onde foi de repórter a chefe de redação responsável pelos jornais O Tempo, Super Notícia, Pampulha e do portal O Tempo Online. Depois, migrou para a comunicação corporativa e é hoje gerente de conta na In Press Porter Novelli. Ela fala das mudanças que viu o jornalismo passar nesse período e das oportunidades que há no presente para quem trabalha com comunicação. Saiba mais: https://goo.gl/DnpDnw
Igor Zahir estudou moda, mas não tinha interesse em trabalhar como estilista, em grifes e confecções. Inspirado pelo avô jornalista, começou a escrever sobre o assunto e a publicar textos em sites e revistas especializados. Formado, começou a trabalhar para a revista Lola. Encontrou a diretora de redação através da internet e lhe escreveu pedindo uma oportunidade. Fez a mesma coisa para trabalhar em outras publicações, como Vogue e Marie Claire. "Hoje eu sei que para me oferecer para trabalhar, eu tenho de no mínimo chegar já com ideias de pautas engatadas, que se enquadrem no perfil daquelas revistas. Isso foi uma coisa que eu aprendi na marra, batendo na porta, com toda a minha cara de pau". Saiba mais: https://briohunter.org/igor-zahir/
Graciliano Rocha é editor-chefe do Buzzfeed News Brasil e tem larga experiência com jornalismo investigativo, uma coleção invejável de furos, como a prisão de Henrique Pizzolato, as contas de Eduardo Cunha na Suíça e a lista da Odebrecht com os apelidos de políticos -- esse último como editor. Nessa entrevista, ele fala sobre isso, mas também, com rara franqueza no mercado de jornalismo, sobre erros que doem até hoje, mas que serviram de lição para a vida toda.
Neste episódio, Breno Costa , Júlio Lubianco e Natalia Leal conversam sobre a síndrome de gato-mestre que toma conta de nós, jornalistas, durante o período eleitoral. É um vício maldito que requer desintoxicação! Falam também de opções de narrativas e de oportunidades pouco exploradas, como o humor. .Entre nessa conversa: .http://twitter.com/brio_mediahttp://twitter.com/_brenocosta_ http://twitter.com/jlubianco http://twitter.com/natalialevien
Silvia Lisboa é fundadora da Fronteira. Ela fala de interferência política nas redações, da busca por novos formatos e de como fazer jornalismo com independência. Também conta histórias de erros marcantes e de acertos decisivos. Ela ensina ainda como produzir reportagens com financiamento coletivo.
A designer portuguesa Mariana Santos nunca havia pensando em trabalhar com jornalismo até receber um convite para trabalhar no The Guardian, no Reino Unido. A necessidade de lidar com diferentes áreas, como editoral, marketing e comercial, fez com que a posição dela evoluísse para gerenciamento de produto, uma função importante em redações digitais, mas ainda pouco comum. Hoje ela se dedica exclusivamente às Chicas Poderosas, iniciativa dedicada ao empoderamento de mulheres jornalistas através da tecnologia.
Leandro Demori fala do início da carreira ainda na adolescência, produzindo sozinho um jornal em São Miguel do Oeste (SC) e vendendo anúncios para os comerciantes locais. "Nunca ganhei tanto dinheiro na vida". Fala também dos bastidores da reportagem que mostrou que o projeto de trem-bala era uma enganação - o ponto de partida foi uma notinha de jornal e a apuração contou basicamente com documentos públicos. Hoje editor-executivo do The Intercept Brasil, Demori fala dos planos do site para depender menos do seu atual mecenas. Saiba mais: https://bit.ly/2NcG1vy
Eleições - PROVOCA #004

Eleições - PROVOCA #004

2018-09-0100:58:21

BRIO Provoca: um debate sagaz sobre o mercado de jornalismo no Brasil. Neste episódio, Breno Costa http://twitter.com/_brenocosta_ , Júlio Lubianco http://twitter.com/jlubianco e Natalia Leal http://twitter.com/natalialevien conversam sobre as eleições e a exaustão dos formatos clássicos de cobertura, como debates e sabatinas? Entre nessa conversa http://twitter.com/brio_media
Carolina Oms é diretora de redação da Revista AzMina, publicação online de jornalismo independente focada na cobertura de gênero, que mantém a sustentabilidade financeira graças às doações da rede de leitores e leitoras engajados. Ela fala do início da carreira, erros e acertos, inseguranças e de como superou as dificuldades de iniciante. Saiba mais em: https://bit.ly/2MDdlif. Entre na conversa em http://twitter.com/brio_media e com http://twitter.com/jlubianco
Quase feito diplomata, Denis Russo Burgierman preferiu o jornalismo. Formado no Curso Abril em meados dos anos 1990, sente uma certa nostalgia de quando as informações eram mais difíceis de se apurar. Entusiasta de novos formatos, foi roteirista do Greg News, que mistura notícias com humor. "Criar coisas novas é dolorido. Significa tentar, arriscar e errar. Precisamos de jornalistas mais corajosos". Saiba mais: https://bit.ly/2MwWzkC
Passaralho - PROVOCA #003

Passaralho - PROVOCA #003

2018-08-1601:08:531

BRIO Provoca: um debate sagaz sobre o mercado de jornalismo no Brasil. Neste episódio, twitter.com/_brenocosta_ , twitter.com/jlubianco e twitter.com/natalialevien conversam sobre as demissões em massa na Editora Abril e no Esporte Interativo. Haverá alguém capaz de conter a revoada dos passaralhos? Entre nessa conversa twitter.com/brio_media
Enquanto a Abril demitia em massa e o Esporte Interativo deixava de existir na TV fechada, o The New York Times registrou um lucro de US$ 24 milhões no último trimestre. A diferença entre os dois cenários é obra do acaso? Entendemos que não. De terça a sábado, o jornalista Breno Costa (@_brenocosta_), fundador do BRIO, faz breves análises sobre o que de mais importante acontece no universo do jornalismo, mídia e tecnologia.
Nesta entrevista, Edson Aran fala das duas principais habilidades do jornalista dos novos tempos: conhecer as necessidades do público e saber vender o que produz. Ex-editor de Playboy, VIP e Sexy, ele hoje edita o site de humor República dos Bananas. Saiba mais: https://bit.ly/2OlFDeg
Nesta entrevista, Eduardo Acquarone, editor executivo de projetos digitais na TV Globo, fala dos seus primeiros passos no jornalismo e de inovação digital. Saiba mais: https://bit.ly/2AaDYWQ
loading
Comments (18)

Helder Mourão

Gostei bastante da série toda, principalmente do formato. Eu senti falta de uma diversidade geográfica, pois eu sou do Amazonas e aqui no norte o ritmo é diferente. Queria ouvir mais sobre experiências daqui. O

Nov 2nd
Reply

Flávio Mello

vocês falaram da forma como se pensa títulos e na minha faculdade, o professor ensina a fazer títulos pro online baseado nos robôs do google

Oct 15th
Reply (2)

Helberte Oliveira

Aí eles perguntam se o jornalismo tradicional está em check... Como alguém pode acreditar qdo uma pessoa acaba de falar, nesse programa, que os eleitores do bolsonaro nunca leram um jornal. Sério? Vcs acompanham as pesquisas? Vcs sabem que os maiores eleitores do bolsonaro são da classe A e B? Então são tudo analfabeto... Enterra logo jornalismo tradicional...

Oct 11th
Reply (3)

Paulo Fernandes

Muito bom! Graciliano é o um jornalista competente, corajoso e péssimo no pôquer. Abraço!

Sep 24th
Reply (1)

Helder Mourão

Ótimo podcast. Comecei a ouvir tem apenas 4 dias e já ouvi tudo que tinha. Sou professor de Jornalismo e tem me ajudado muito a ficar atualizado e me manter em constante reflexão.

Aug 11th
Reply (3)

Lais Taine

Muito bom ouvir as experiências dos colegas. Ouço para me inspirar e executar meu trabalho da melhor forma que posso. Obrigada por compartilhar isso.

Jul 5th
Reply (1)

Yasmine Saboya

Maravilhoso podcast pra jornalistas que estão começando ou com experiência! Bate papos muito inspiradores! já era hora de um podcast bem feito por jornalistas para jornalistas!

Jun 2nd
Reply (1)
loading
Download from Google Play
Download from App Store