DiscoverPodcast das Marias
Podcast das Marias
Claim Ownership

Podcast das Marias

Author: Uma Cerveja, Por Favor

Subscribed: 54Played: 660
Share

Description

Pode chamar de Maria que a gente responde! Mulheres cruzeirenses que amam futebol.
65 Episodes
Reverse
Final gigante, palco minúsculo!Nem Mineirão, nem Independência. O Estádio das Alterosas, no Sesc Venda Nova, foi a escolha da Federação Mineira de Futebol para sediar o Primeiro Campeonato Mineiro Feminino da história.Mas o que vai entrar mesmo na história será o descaso da Federação com o futebol feminino e desrespeito com as mulheres.Vergonha, indignação, desânimo… Esses são alguns dos sentimentos que tomaram conta de todas nós.E como diz a mensagem publicada em passa por pessoas que compartilham dos mesmos sentimentos, abre aspas:“O que queremos de imediato é a mudança do palco da final, mas a mudança a longo prazo é a de mentalidade. Não podemos aceitar migalhas, principalmente da Federação Mineira de Futebol, que é a entidade que deveria cuidar do esporte em Minas. #MudaFMF”✩ Produção e apresentação: Izabela Santana, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Participação especial: Renata Pace✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org
O clássico de domingo foi um dos mais terríveis da história. E infelizmente não estamos nos referindo ao paupérrimo futebol apresentado em campo. Teve selvageria dentro e fora do estádio. E teve racismo.“Olha a sua cor!”, gritou o torcedor durante ataques racistas a um dos seguranças do Mineirão. A cena, felizmente, foi registrada e compartilhada Brasil afora, o que vai facilitar na identificação dos racistas.Enquanto isso, na Ucrânia…Dia 10 de novembro de 2019 triste. Na partida entre Shakhtar Donetsk e o Dínamo de Kiev, o brasileiro Taison ouviu xingamentos racistas vindo das arquibancadas. Inconformado, Taison mostrou o dedo e chutou a bola em direção à torcida. Foi expulso, saiu do campo chorando. Dentinho, companheiro de equipe, chorou junto.Os crimes ocorridos no Mineirão e na Ucrânia não podem ser analisados como casos isolados. E dizer que um torcedor racista, homofóbico ou machista não representa a torcida, é mentira. Não é só futebol. Não é só NO futebol…Neste episódio demos continuidade ao episódio anterior, contaremos de novo com a presença da Mayra Bernardes, que no episódio 62, compartilhou com a gente uma abordagem conceitual do racismo estrutural e reflexões sobre a situação da mulher negra no estádio. Se não ouviu, ouça! E se ouviu, ouça de novo, pois as duas arrasaram!Foto: Oleksandr Osipov✩ Produção e apresentação: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Participação especial: Mayra Bernardes✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org✩ Trilha sonora:#Perfil 22 – Djonga – Olho de Tigre (Prod. MaliveSlim)Emicida – Ismália part. Larissa Luz Fernanda Montenegrowww.podcastdasmarias.com.br
Negros e pardos correspondem a mais da metade da população brasileira.. Nossa paixão nacional, o futebol, foi construída por meio de vários de histórias protagonizadas por negros em campo. O rei é negro. E tantos outros ídolos, também. Negros e pardos ocupam apenas 10% dos cargos de chefia nas empresas brasileiras, e esse cenário não é diferente no futebol. Quantos presidentes e dirigentes negros você conhece? Técnicos na série A, atualmente, são só dois: Roger Machado, do Bahia; e Marco Aurélio de Oliveira, o Marcão do Fluminense.Essa realidade foi escancarada após uma ação promovida pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol antes do jogo entre os dois tricolores. Na ocasião, os técnicos das duas equipes vestiram durante a partida camisetas com a mensagem “Chega de preconceito”. Na mesma noite, durante a coletiva de imprensa, Roger foi necessário e contundente  ao dizer o que todos nós precisávamos ouvir. “Negar e silenciar é confirmar o racismo”. Por se fala tão pouco - ou nada - sobre racismo no futebol?Hoje, iremos falar. E contaremos com as participações de duas mulheres negras e cruzeirenses, Mayra Bernardes e Maíra dos Anjos.Foto da arte: Thiago Ribeiro (AGIF)✩ Produção e apresentação: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Participações especiais: Maíra dos Anjos e Mayra Bernardes✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org✩ Trilha sonora: Não tá mais de graça Elza Soares (part. Rafael Mike)Composição: Rafael MikeÁlbum: Planeta Fome (2019)www.podcastdasmarias.com.br
Episódio sessenta e um. Seis, um. Seis a um. Não tem como não fazer uma relação com a goleada histórica sobre o rival. Poderíamos brincar com o tema rivalidade de várias formas neste episódio, mas o momento não nos permite. Não é hora de piada. Obrigada, Cruzeiro, por ter conseguido tirar até a graça deste momento. Já que o presente e o futuro são desanimadores, vamos falar de passado? História, nossas histórias!  Dias de luta, dias de glória... No episódio 61, a gente lista os seis grandes dias de glória que tivemos como torcedoras do Cruzeiro. E um dia de luta, para não perdermos a referência ao placar da sacolada, nem à música. ✩ Fotos das Arte: Lucas Figueiredo (CBF);  Uarlen Valério (O Tempo)✩ Neste episódio:6) Bi-penta goleada no Rival; 5) 2013/2014: A xepa que virou dois campeonatos brasileiros; 4) 1997 e o pior time ganhador de Libertadores; 3) Copa do Brasil de 1996 - não sabendo que era impossível, o Cruzeiro foi lá e fez; 2) 2003 e a fantástica Tríplice Coroa; 1) Cruzeiro de 1966: onde o Brasil começou a respeitar o Cruzeiro; Gol Contra) Vivemos o pior momento da história do Cruzeiro✩ Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br
A Era Ceni nem teve tempo de virar de fato uma era. Foi mais um subcapítulo da pior fase da quase centenária história do Cruzeiro. O “Decisivo” decidiu que a melhor solução era mudar de técnico. Depois de um mês e meio de corpo mole coletivo, troca de farpas, zona de rebaixamento e vista grossa da diretoria, chegou a hora de ver Abel Braga assumir a direção do Titanic azul.Enquanto isso, a gente toca o violino para a iminente desgraça. Desanimamos. Não do Podcast, mas do Cruzeiro. A vontade de não assistir aos jogos e fingir que o clube não existe é grande.Claro, o Cruzeiro é maior do que tudo isso, mas onde encontrar ânimo quando diretoria e jogadores não estão nem aí para o torcedor?O gás que nos resta vem do time feminino, que começou o campeonato mineiro goleando.Foto da Arte: Vinnícius Silva / Cruzeiro✰ Neste episódio:Ceará 0x0 Cruzeiro – Goiás 1×0 Cruzeiro – mais da falta do mesmoNão aguentamos mais essa diretoria. TEMOS QUE REZAR PRA QUEM?Cruzeiro 8×0 Ipatinga – um pequeno alívio✰ Participantes:Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)
Por que a presença de mulheres e de LGBTs no campo e na arquibancada incomoda tanto os homens? Até quando machismo, misoginia, homofobia, racismo e outras atitudes violentas e criminosas serão legitimadas no futebol?Ao longo de 58 episódios, em quase um ano e meio de Podcast das Marias, essas foram algumas das provocações que fizemos. O nosso olhar calejado, de quem continua se sentindo uma intrusa num ambiente de masculinidade violenta, vocês já conhecem. Mas o que pensam os homens?Neste episódio, cedemos os nossos microfones para que cinco homens falassem sobre futebol e masculinidade, que é o tema deste episódio especial. E assim como fizemos no Podcast 21 – “Amigas & Rivais”, tivemos a amistosa companhia de atleticanos. No gol da cidade, estarão os cruzeirenses Douglas Mota, Felipe Augusto e Phelippe Samarone. No gol da lagoa, Lucas Ben e Mário Romualdo.A gente agradece ainda a boa vontade do amigo e rival Trax Machado, que por problemas técnicos, não pôde participar do bate-papo. E um beijo especial para cadelinha Catarina, única representante feminina do Podcast de hoje.Ah! Esse programa teve como inspiração o episódio 145 do podcast Mamilos sobre masculinidade e sentimentos. Se ainda não ouviu, coloque-o na lista para ouvir depois.Foto da Arte: FOX Sports (não encontramos o autor) ✩ Participantes: Douglas Mota, Felipe Augusto, Lucas Ben, Mário Romualdo e Phellippe Samarone ✩ Marias: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas, Samanta Santos (edição) ✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org ✩ www.podcastdasmarias.com.br
Foi uma semana tensa: protesto de organizadas, insatisfação generalizada entre os torcedores, tensão nos bastidores… A diretoria garantiu apoiar o técnico Rogério Ceni, dando a ele a tal “carta branca” para mexer no time.No entanto, a vitória não veio. Contra o Palmeiras, a maioria de nós sabia que seria difícil. Mesmo sendo o time do Mano.Fim do primeiro turno. O pior primeiro turno do Cruzeiro na era dos pontos corridos. Qual será o caminho da vitória no returno? Como evitar a série B?✩ Neste episódio:Palmeiras 1×0 Cruzeiro – Triste, mas podemos ter esperança?Semana de muitos protestosCoitado do Rogério CeniPróximo confronto contra o Flamengo a vista✩ Foto da arte: Recebido via Whatsapp✩Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição) ✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org✩ www.podcastdasmarias.com.br
Um país onde um beijo entre dois personagens de HQ vira caso de censura e repressão policial é um país doente. Homofobia é uma epidemia no Brasil que precisa ser erradicada com muita discussão e ação. No caso da Bienal do Livro, o amor acabou vencendo. O roteiro não é original.  O que aconteceu na Bienal acontece todos os dias em diferentes esferas sociais. Nos estádios de futebol, inclusive. Na última semana, um casal de cruzeirenses foi execrado por ter demonstrado seu amor. Amor um pelo outro. Amor pelo Cruzeiro. Por que LGBTs incomodam tanto o ambiente futebolístico?O programa é sobre amor. E, infelizmente, sobre ódio também.✩ Neste episódio:Homofobia no futebol - Como é possível tanta falta de empatia? Quando os times grandes vão agir de verdade? Por que tanta falta de coragem?Cruzeiro 1x4 Grêmio - O que está acontecendo? Queremos que a diretoria e o Thiago Neves tenham vergonha na cara.Sócio do Futebol e suas atuais mazelas também em seu comando.Apoiamos muito o Rogério Ceni✩ Foto da arte: Agência i7 / Mineirão✩Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição) ✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org✩ www.podcastdasmarias.com.br
Quando a árbitra apitou pela última vez, o Estádio das Alterosas se encheu de lágrimas. Lágrimas de alegria de um lado; lágrimas de decepção, do outro. Do nosso lado.Choramos juntas. Mas no nosso choro não havia decepção. Só orgulho de ver um trabalho que parecia improvisado ter dado tão certo. O título não veio, mas o que ganhamos, como mulheres e torcedoras, foi enorme.Guerreiras!Time de guerreiras!Foto da arte: Vinnícius Silva / Cruzeiro✩Participação Especial: Bárbara Fonseca e Hoffmann Túlio – Entrevista concedida ao Josias Pereira✩Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org✩ www.podcastdasmarias.com.br
*Torcedores, calma! Um Cruzeiro diferente, tanto no Pacaembu, quanto no Mineirão. No feminino, a falta de experiência complicou o sonho do primeiro título. No masculino, uma nova era começou a ser desenhada e até o mais cético dos cruzeirenses se empolgou. Torcedores, calma! No feminino, teremos um jogo duríssimo de volta e um time valente. No masculino, um longo caminho para sairmos do sufoco e uma chance de irmos para a terceira final consecutiva da Copa do Brasil. ✩ Foto da Arte: Agência i7 / Mineirão✩ Neste episódio:São Paulo 4x0 Cruzeiro - Final do Brasileiro Feminino A-2. Sabe que temos muito orgulho desse trabalho, né?Elogiamos a final no Mineirão, porém veio o balde de água friaCruzeiro 2x0 Santos - Estreia do Ceni, "o Cruzeirão voltou"?!Perspectivas para o futuro✩ Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição) ✩ Participação Especial: Bárbara Fonseca✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br 
Substituição no Cruzeiro. Sai Mano Menezes, entra Rogério Ceni. Um movimento arriscado para ambas as partes: para o Cruzeiro, que opta por um técnico ainda em ascensão e com perfil bem diferente do antecessor. E para o Ceni, que tem em mãos um imenso desafio que pode consagrar de vez a sua carreira ou complicar o seu currículo.Sua missão será evitar o rebaixamento, mas no meio do caminho terá uma Copa do Brasil, título que Ceni não conquistou quando era jogador (tudo culpa do Giovanni!).  Será que a gente consegue mudar o roteiro do Cruzeiro 2019? O que esperar da Era Ceni? Foto da Arte: Paulo Pinto / Estadão Conteúdo  ✩Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Patrocínio: Cruzeiropedia.org✩ www.podcastdasmarias.com.br
Primeira divisão garantida e rumo ao título inédito. É claro que estamos falando do time feminino, que despachou o Grêmio e se garantiu na final do Brasileiro A2. Nossos olhos enchem de lágrimas de tanto orgulho que estamos sentindo destas meninas e mulheres, que aos pouquinhos foram conquistando a nossa confiança e admiração.Já o time masculino, o que a gente tem a ver, né? As lágrimas neste caso são de decepção, tristeza e o mais puro ódio. Foto da Arte: Vinnicius SilvaParticipantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos Edição: Samanta Santos✩ Patrocínio: cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br 
(Ok, não temos tanta alternativa assim.)Mais derrota e empate para a conta dessa temporada cada vez mais esquisita do Cruzeiro. Um combo perfeito para comemorar os recém-completados três anos de Mano Menezes no comando. Retranca em Buenos Aires, postura inofensiva no Mineirão. E aí, Mauro Sérgio… Cezar, tem razão ou não?Enquanto o time masculino joga feio e flerta com a série B, o feminino segue sendo o nosso alento. No jogo de ida das semis deu a gente:  2x1 contra o Grêmio e vantagem para o jogo decisivo em casa, no próximo sábado. Foto da Arte: Léo Fontes/O TempoNeste episódio: River Plate 0x0 Cruzeiro - Sorte, né? Cruzeiro 0x2 Athlético-PR - Teve que usar a base e passou vexame Expectativas para os próximos jogos – Libertadores contra o River e Copa do Brasil contra o Internacional Cruzeiro x River - É hoje! Expectativas! Orgulho das cabulosasParticipantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas, Samanta Santos (edição)✩ Patrocínio: cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br
Cabulosas demais! Após apenas cinco meses de vida, o time feminino do Cruzeiro está garantido na série A1, a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O que começou sendo uma obrigação burocrática para a Libertadores masculina vem se transformando em legado, em mais uma página histórica e imortal. E falando em Libertadores, esta semana tem o aguardado confronto com o River. Será que o Cruzeiro entra em campo embalado com a classificação na Copa do Brasil ou com a preguiça do Campeonato Brasileiro?Foto da Arte: Alessandra Torres | Instagram: @torres_fotoCaricatura da Arte: Felipe Soares | Instagram: @caricaturafelipesoaresParticipantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas, Samanta Santos (edição) ✩ Patrocínio: cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br 
O Cruzeiro e as Marias estão de volta! Após a parada para a Copa América, voltamos com excelentes notícias na Copa do Brasil e notícias velhas no Campeonato Brasileiro e nos bastidores do clube. Fim da Copa do Mundo feminina e as “Cabulosas" também voltaram e saíram na frente no jogo de ida contra o Ceará. Hoje, vamos comentar todos esses resultados. Estava com saudades do Podcast das Marias? Já pode começar a matá-la agora.  Participantes:✰ Podcast das MariasIzabela SantanaLuciana BoisRafaela FreitasSamanta SantosEdição:Samanta Santos✩ Patrocínio:Cruzeiropedia.org Foto: Agência i7
 Um ciclo chega ao fim. A eliminação nas oitavas da Copa do Mundo doeu muito. Doeu, pois vimos um time com raça, que fez de tudo para driblar suas limitações. Doeu, pois vimos um time que tinha tudo para avançar na competição, caso fosse melhor gerido.Nunca antes da história do país se deu tanta visibilidade para a seleção feminina: transmissão na TV aberta, grandes marcas patrocinando e imprensa esportiva endossando o discurso de valorização da categoria. Será que podemos considerar isso como um avanço? Ou todo mundo esquecerá dessas mulheres assim que a seleção masculina voltar a vencer uma competição?Preferimos acreditar que se trata de um avanço. Estamos choramos com Marta, com a esperança de ainda termos muito pelo o que sorrir com o futebol feminino.Foto: SRDJAN SUKI/EPA-EFE/Shutterstock Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas, Samanta Santos (edição) ✩ Patrocínio: cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br 
Mulheres merecem viver e jogar como qualquer atleta do planeta!Passe o batom sangria! Neste Podcast amamos e servimos à Rainha Marta! E a todas as outras rainhas que vestem a camisa da seleção e jogam com força, com raça e gana sempre – apesar de todos os problemas enfrentados por elas dentro e fora do campo de futebol. O programa de hoje é uma ode a essas mulheres, a essas Marias, que misturam a dor e a alegria. E que alegria é vê-las numa Copa do Mundo! E um programa especial merece participações especiais. Direto da França, nossa correspondente especial Samanta Santos, que foi ao Jamaica x Austrália, conta como foi a experiência de assistir um jogo in loco da Copa do Mundo Feminina. E por aqui, a gente recebe a Renata Pace, cruzeirense, jogadora nas horas vagas e torcedora fanática da única seleção brasileira possível.Pausa no Cruzeiro masculino, porque hoje a gente só vai falar de Copa do Mundo Feminina e do futebol de todas as mulheres. Foto: Getty Images | FIFA Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Samanta Santos (edição) Participação Especial: Renata Pace ✩ Patrocínio: cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br
 A gente até vai falar de Cruzeiro, mas nossas atenções hoje estão voltadas para a Copa do Mundo de Futebol Feminino.Uma competição para entrar para a história: com transmissão de duas emissoras abertas, bons números de audiência, muitas menções nas redes sociais, no Google Trends e nítido aumento em ações de marketing.  E após nove derrotas em nove jogos, a seleção do técnico Vadão estreia bem diante à Jamaica, com direito a tripleta da atacante Cristiane. E que venha a Austrália! Quem ainda não quebrou o jejum de vitórias é o Cruzeiro: oito jogos sem vencer – mas um tanto de empatezinhos top.Foto: Jeff Pachoud / STFNeste episódio:Brasil 3 x 0 Jamaica – Copa do Mundo Feminina!! AHHHHHHHHH!Marketing e audiência do jogo feminino!Coberturas de Globo, Sportv, Band e internet (Mamilos e Dibradores, p.ex). Podcast OEA: Copa Feminina 2019 neste link aquiCruzeiro x Fluminense e x Corinthians – OK, comentamos rapidamenteVocê sente culpa por torcer?Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas, Samanta Santos (edição) ✩ Patrocínio: cruzeiropedia.orgwww.podcastdasmarias.com.br
 Estamos cansadas e desanimadas.O time está há 6 jogos sem vencer, mas a maior derrota aconteceu fora dos gramados. Tem muita gente se beneficiando com o Cruzeiro – e não somos nós, os torcedores. Uma hora a conta chegaria. Agora é esperar se os culpados serão devidamente punidos.Depois de uma pausa de uma semana, estamos de volta. Esperávamos por novidades no caso, mas até agora nada acontece, feijoada…Foto: Pedro Silveira | O TempoNeste episódio:Itair Machado, Wagner Pires e Thiago Neves roubaram nosso entusiasmo pra gravar mais um episódio….Matéria do Fantástico sobre o jogo sujo dos bastidores do Cruzeiro foi comentado nesse podcast do Rodrigo Capelo com a Gabi Moreira: https://audioglobo.globo.com/globoesporte/podcast/feed/637/dinheiro-em-jogoÚltimos resultados do Cruzeiro: estamos com cara de paisagem pra eles, pois nem temos mais reações.Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois, Rafaela Freitas e Samanta Santos (edição)✩ Patrocínio: Cruzeiropediawww.podcastdasmarias.com.br
 Não dá mais! Bota na conta do Mano Menezes mais duas exibições vergonhosas contra o Fluminense. Defesa batendo cabeça, meio-campo sem criatividade, ataque sem saber finalizar. Futebol feio que ofende toda a história de uma escola ofensiva. Que faz o nosso apelido La Bestia Negra parecer piada. O Cruzeiro perdeu o tesão por jogar futebol. E nós, o tesão para torcer.Medo dentro e fora de campo. Mais uma vez o Cruzeiro fugiu de se posicionar contra uma pauta importantíssima: a homofobia. Enquanto grande parte dos clubes brasileiros se manifestava nas redes sociais no Dia Internacional de Combate à Homofobia, o tal “time do povo” fingiu que nada estava acontecendo. Que povo é esse?Ainda bem que temos um time feminino que não tem medo de fazer gols. E são elas, hoje, o único motivo que faz este podcast sorrir pelo Cruzeiro. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro  Participantes: Izabela Santana, Luciana Bois (edição), Rafaela Freitas ✩ Patrocínio: Cruzeiropediawww.podcastdasmarias.com.br
loading
Comments 
loading
Download from Google Play
Download from App Store