DiscoverMídia e Marketing – UOL
Mídia e Marketing – UOL
Claim Ownership

Mídia e Marketing – UOL

Author: UOL

Subscribed: 293Played: 7,545
Share

Description

O podcast Mídia e Marketing, do UOL, traz entrevistas sobre o mundo da propaganda e criatividade. Toda semana, um convidado fala sobre carreira, publicidade e negócios, discutindo diferentes aspectos do mercado.
109 Episodes
Reverse
João Consorte, CEO da agência McCann Health Brasil, fala sobre os desafios de conectar marcas de todos os setores com a saúde, mesmo depois da pandemia: “É imprescindível trazer credibilidade para aquilo que está falando”. No programa, ele também conta como é desenvolver peças criativas de remédios, sendo que a publicidade desses itens é a que possui maior regulação. E avalia como lutar contra fake news relacionadas a doenças e vacinas.
O convidado deste programa é Ricardo Fort, consultor da Sport by Fort, que foi VP global de patrocínios de marcas como Coca-Cola e Visa. Fort fala sobre a qualidade dos dirigentes do futebol brasileiro, a pulverização das transmissões esportivas e por que as empresas não investem mais em atletas e esportes olímpicos.
O programa recebe a publicitária Lica Bueno, que é sócia e CSO da agência Suno United Creators e presidente do Grupo Mídia São Paulo. O papel social das empresas cresceu muito na pandemia: as pessoas confiam mais nas marcas do que nas instituições. Lica avalia como é ser, em parte, responsável pelo que essas empresas levam para o público. E ainda comenta os resultados do estudo Mídia Dados 2021, que aborda o avanço dos meios digitais com a pandemia de covid-19.
A convidada do episódio é Juliana Mott, head de marketing da Motorola, a segunda marca de celular mais vendida no Brasil. Na conversa, ela fala sobre os diferentes formatos da marca para estar presente na vida dos consumidores, como o projeto-piloto de uma assinatura olfativa. Também conta como a empresa consegue manter um alto patamar de vendas mesmo com tantos lançamentos e novas marcas no mercado nacional.
Heloisa Glad, vice-presidente de vendas da Reckitt Higiene Comercial, é a entrevistada deste episódio. A empresa agrega 34 marcas, muitas bem conhecidas dos brasileiros, como Veja, SBP e Vanish. Ela fala sobre os desafios durante a pandemia, como não deixar faltar produtos nas gôndolas, e dos hábitos que devem seguir com o consumidor. Também responde se o brasileiro tem mania de limpeza e a publicidade ficou mais chata com a fragmentação da mídia, que mudou muito a forma de fazer propaganda.
O programa recebe Bruno Montejorge, diretor de branding e comunicação do iFood, que fala sobre como a marca tenta antecipar as necessidades do consumidor: “Lidamos com o cliente mais difícil do mundo: a pessoa com fome”. O DNA de startup acelera decisões e ajuda no crescimento da empresa, que conta com números que impressionam: está em 1.200 cidades, por meio de 270 mil restaurantes parceiros e 5 mil supermercados e lojas.
O podcast recebe Ricardo Dias, ex-CMO da Ambev, que participou do primeiro episódio e retorna ao programa, agora como fundador da Adventures. Ele fala sobre a importância de assumir riscos e de como as marcas disputam hoje a principal moeda de troca do consumidor: sua atenção. Também conta como usar a propaganda para criar negócios e quais as grandes tendências que vão ficar para o mundo pós-pandemia.
Marketing, propósito e diversidade não se separam mais. Para marcar o 100º episódio, o podcast Mídia e Marketing recebe, pela primeira vez, duas convidadas: a presidente da P&G Brasil, Juliana Azevedo, e Rachel Maia, da RM Consulting, que foi CEO da Pandora e da Lacoste no país. As duas falam sobre os desafios e aprendizados da pandemia, as mudanças das empresas para o futuro pós-covid-19, da importância de lideranças femininas e de como o consumidor hoje busca coerência e consistência das marcas: "Empresas sem propósito perdem muito. Elas precisam contribuir para uma sociedade melhor".
Patricia Corsi, diretora global de marketing e digital da área de produtos de consumo da Bayer, fala sobre como o interesse por informação e ciência durante a pandemia fez a companhia evoluir. Ela também conta como uma empresa como a Bayer tem mudado o seu marketing para alcançar mais consumidores.
Andréa Bó, diretora de marketing da Nivea, fala sobre como a empresa soube se reinventar na pandemia: "O e-commerce cresceu 400% em um ano e vai ser o canal prioritário em pouco tempo". Ela também conta o que a marca da latinha azul, com 110 anos, faz para alcançar os consumidores mais jovens. E como as empresas de cosméticos estão atingindo novos públicos com a fragmentação da mídia.
Rosane Fantinelli, diretora de marketing da Tramontina, fala sobre as estratégias da empresa centenária para renovar seu público sem abrir mão da tradição. Na conversa, aparecem estes temas: como é participar da transformação digital de uma marca que tem mais de 110 anos? E como as empresas ajudam os consumidores nessa missão do "faça você mesmo", que virou mais do que um hobby nos últimos anos?
Ser digital é quase uma questão de sobrevivência para as marcas. Como as empresas têm usado as ferramentas online para serem conhecidas, reconhecidas e venderem mais? Todo mundo conhece o Google, mas como a companhia investe em mídia e publicidade para o consumidor normal? O podcast Mídia e Marketing desta semana recebe Paula Bellizia, vice-presidente de marketing do Google para a América Latina, que também fala sobre o papel da empresa de tornar informação e tecnologia acessível para bilhões de pessoas.
Diego Machado, diretor global de criação da AKQA, fala sobre como as marcas precisam se tornar veículos de entretenimento e comenta ações criadas para clientes como Netflix e Google.
Marketing e tecnologia não se separam mais. Com isso, as martechs têm ganhado muito espaço na importância entre clientes, sejam agências ou anunciantes. E o que as startups têm para ensinar ao mercado? O podcast Mídia e Marketing desta semana recebe David Laloum, sócio e chief strategist officer do hub de inovação Distrito. Ele fala sobre o amadurecimento do segmento no Brasil, a mudança digital acelerada pela pandemia e os novos modelos de negócios, que estão transformando os grupos de comunicação.
Mariana Moraes, head de marketing da C&A, conta como a empresa holandesa teve que se reinventar durante a pandemia com o fechamento das lojas e crescimento do e-commerce. Mariana também comenta algumas das ações e parcerias da empresa na área do entretenimento, além de falar de como foi patrocinar o Big Brother Brasil, da Rede Globo: "A coleção da Juliette, por exemplo, foi o melhor "primeiro dia" de vendas da história da marca no Brasil".
O CEO da agência BETC Havas, Erh Ray, fala sobre como as marcas tiveram de se aproximar da real necessidade dos consumidores durante a pandemia e de como o entretenimento vem se tornando parte importante da comunicação: “Nunca o controle remoto foi tão poderoso”.
Alexandre Bouza é vice-presidente de consumer do Grupo Boticário. Em 2019, a marca lançou fragrâncias com a ajuda da inteligência artificial. Bouza fala como, diante de um número cada vez maior de informações sobre consumo das pessoas, ainda é fundamental ter profissionais conectados de fato com seus clientes, principalmente em tempos de pandemia.
quer mais apenas comprar produtos. Ele quer experiências e soluções para os seus problemas. Mais do que digital, a transformação agora é cultural. Como é ser líder neste momento? O podcast Mídia e Marketing desta semana recebe Luciana Rodrigues, CEO da agência Grey, que ainda fala sobre a importância da colaboração entre áreas das empresas e até mesmo entre diferentes agências de publicidade, sobre a urgência da equidade racial e sobre liderança feminina. “Mulheres na liderança não é sobre diversidade: é sobre lucro”.
A pandemia mudou completamente o setor de educação. Quais são as mudanças que vão ficar para o futuro? Como uma empresa de ensino pode ajudar na educação brasileira? Nesta semana, conversamos com Leonardo Queiroz, vice-presidente de crescimento da Kroton. O grupo de educação hoje conta com quase um milhão de alunos, com 130 escolas próprias, com marcas como Anhanguera, Unopar e Uniderp, entre outras faculdades. "O Brasil é o segundo país com maior diferença salarial entre quem faz curso superior e quem não faz. As pessoas não fazem faculdade porque elas têm medo, acham caro ou não têm referência de pessoas que tiveram sucesso em cursos superiores. Precisamos mudar isso. Instituição de ensino entrega conhecimento e preparação para você ter sucesso".
Usar roupa esportiva será algo mais bem aceito no mundo pós-pandemia? E como uma marca de esportes pode ajudar a população em relação a saúde mental? Nesta semana, conversamos com Costanza Novillo, diretora de marketing da Asics para a América Latina, que fala sobre o desafio de criar corridas digitais e desafios virtuais para os corredores na pandemia. A executiva também comenta sobre a nova ferramenta da Asics que pretende aprofundar a compreensão da relação entre mente e movimento em escala global.
loading
Comments 
Download from Google Play
Download from App Store