DescobrirDIVERSAS
DIVERSAS
Claim Ownership

DIVERSAS

Autor: Pod360

Inscrito: 3Reproduzido: 32
compartilhar

Descrição

O Diversas é um podcast da Jornalista Fabiana Ferraz que destaca e dá voz as mulheres donas de iniciativas transformadoras e inspiradoras.
30 Episodes
Reverse
ESSE CORPO SEM JUÍZO

ESSE CORPO SEM JUÍZO

2020-06-2551:58

Ela resiste, impacta e transforma com sua arte. Neste episódio, você vai conhecer a trajetória de Jup do Bairro. Multiartista autodidata que já atuou como educadora, palestrante, atriz, performer, produtora e cantora. Nos últimos anos ao lado de Linn da Quebrada, parceira de longa data com quem apresenta o talk show Transmissão, no Canal Brasil, se tornou importante voz pelos direitos das pessoas trans. No momento Jup se prepara para lançar “Corpo Sem Juízo - EP VISUAL”, que marca sua estreia na carreira solo.
Carmen Silva chegou a São Paulo em 1994, sozinha. Deixou seus oito filhos na Bahia. O objetivo era conseguir um trabalho e trazê-los quando sua situação financeira permitisse. Este enredo não difere a história de Carmen da de incontáveis mulheres e homens que vêm a São Paulo apenas pela inexistência de condições econômicas mínimas para se ganhar a vida em suas cidades natais. Sua história se torna diferente quando sua batalha pela sobrevivência se tornou a de muitos. Carmen é uma das figuras mais importantes da luta por moradia na cidade de São Paulo. O MSTC, Movimento de Trabalhadores Sem Teto do Centro é exemplo mundial de empreendedorismo social. A experiência de vanguarda é enaltecida em Inglaterra, Alemanha e, no ano passado, foi exposta na Bienal de Arquitetura de Chicago. Infelizmente, Carmen não pode comparecer à Bienal. Um mandado de prisão expedido contra ela no Brasil impediu o comparecimento na data. O texto do catálogo da Bienal de Arquitetura de Chicago, apresenta Carmen como uma das pensadoras urbanas mais relevantes da atualidade. À época da prisão de Carmen, a curadoria da Bienal de Chicago, declarou que via sua situação jurídica com "muita preocupação" e espera "o fim da criminalização do MSTC, que é uma das experiências em habitação social mais importantes no cenário mundial".
O tamanho de sua capacidade em lidar com os perrengues da vida, que não foram poucos durante sua trajetória, é do tamanho da sua doçura.  Desta forma doce e amorosa, ela resiste e impacta com sua música que aborda temas como feminismo, racismo, LGBT fobia e legalização da maconha. Neste episódio você vai conhecer a trajetória de Ana Canãs, que estreou como cantora e compositora em 2007 e, de lá pra cá, já lançou cinco discos. Essa força para resistir, passar pelos obstáculos e ainda tentar mudar o mundo com a sua arte, ela herdou da mãe, imigrante espanhola e, principalmente da vó Adelaida, que também veio do mesmo país onde, aos 6 anos de idade, viu o pai ser executado em praça pública pelo regime franquista que comandava a Espanha na época. Ana saiu de casa aos 17 anos, trabalhou como entregadora de folhetos no farol, atendente de café e, um dia, ainda sem saber o tamanho de seu talento para a música, passou num teste para cantar jazz na noite de um hotel bacana em São Paulo. Foi lá onde tudo começou. Formou um público cativo, onde até Chico Buarque apareceu para vê-la cantar. O encontro com Nando Reis, o envolvimento com os movimentos sociais, a morte do pai, o álcool que chegou atrapalhar uma fase da carreira e muitas outras histórias, você vai conhecer neste episódio do Diversas.
Neste episódio você vai conhecer Simone Mozilli, idealizadora da ONG Beaba. Em 2011, Simone tinha 34 anos quando depois de nove horas de cirurgia, acordou em uma UTI, com o diagnóstico de câncer em fase avançada e uma estimativa de sobrevida de menos de 30%. Em busca de informações sobre a própria doença, percebeu que as informações aos pacientes eram transmitidas com tom pessimista, o que deixava diversos pacientes apavorados com o tratamento e desesperançosos. Essa comunicação falha moveu Simone a criar, em 2013, a ONG Beaba, que tem como missão desmistificar o tema, informando crianças, adolescentes e familiares, de maneira clara, objetiva e otimista. O que é a doença e como tratá-la? As ações e materiais desenvolvidos pela ONG já impactaram mais de um milhão de pessoas. Em 2016, Simone transformou o guia que desenvolveu em um game já foi baixado por cerca de 20 mil pessoas.
AS DONAS JACIRAS DO BRASIL

AS DONAS JACIRAS DO BRASIL

2020-05-0701:08:39

Neste episódio você vai conhecer a trajetória de Jacira Roque de Oliveira, a Dona Jacira. Mulher negra que sempre viveu na periferia. Cresceu no Jardim Ataliba Leonel, Zona Norte de São Paulo, onde aos 17 anos, já era mãe de quatro. Ela foi apresentada a muitos na poesia da música Mãe, que seu filho, o rapper Emicida, dedicou a ela. Escritora, tecelã e podcaster, pode-se dizer que é formada em desenvolvimento humano pela faculdade da vida. Em 2018 lançou seu primeiro livro, a autobiografia Café (das editoras Literarua e Laboratório Fantasma livro. Recentemente, colocou nas plataformas o podcast Estórias de família. A história de dor, resistência e superação de Dona Jacira emociona, inspira e indigna. Reflete a penosa realidade imposta a uma grande parte das mulheres negras do Brasil.
Neste episódio, você vai conhecer a trajetória de Priscila Cruz, presidente-executiva e cofundadora da organização não governamental Todos Pela Educação, que trabalha para produzir estudos e pesquisas, mobilizar a sociedade pela melhoria da qualidade da educação e articular com o poder público, políticas que potencializem a aprendizagem de crianças e jovens. Nesta conversa, Priscila fala sobre os primeiros lampejos de sua missão na educação quando era professora voluntária de matemática, sobre a criação e os feitos da ONG Todos pela Educação. Ela também comenta os desafios da educação no Brasil em tempos de pandemia, alerta para o risco de retrocessos na pasta e repudia o uso político e ideológico do MEC na gestão Bolsonaro.Priscila Cruz é mestre em Administração Pública pela Harvard Kennedy School of Government, graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) e em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). É presidente do Conselho do Instituto Articule e membro dos Conselhos do Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (DPJ/CNJ), do Museu de Arte Moderna de São Paulo, da Fundação Itaú Social, do Instituto Singularidades, do CEIPE/FGV, do Diversa do Instituto Rodrigo Mendes e membro do Grupo de Estudos de Educação do Instituto de Estudos Avançados da Unicamp.
Há vários tipos de violência contra a mulher, a física e a sexual, são somente duas delas. Muitas mulheres não conseguem se libertar do agressor por diversos motivos e principalmente devido a fatores culturais. Durante o isolamento social, os índices de violência contra a mulher cresceram no mundo todo e em São Paulo aumentaram 50%. A advogada Isabela Del Monde fundou a Rede Feminista de Juristas – DEFEMDE, como uma das formas tanto de se curar dos traumas causados por um relacionamento abusivo, como para transformar a condição de ser mulher no país. A DEFEMDE presta orientação jurídica gratuita a vítimas de violência e tem papel relevante na disseminação de informações para redução dos índices de violência contra mulher no Brasil.
Neste episódio, você vai conhecer a trajetória de Paula Cohen, uma das atrizes mais atuantes do teatro paulistano, que já atuou em mais de 30 peças. Em 2017, estreou seu segundo monólogo chamado "Carne de Mulher", manifesto feminista criado a partir da obra de Franca Rame e Dario Fo. Dirigido por por Georgette Fadel, o espetáculo conta com uma equipe formada apenas por mulheres. Nos últimos anos, Paula ganhou destaque na televisão e no cinema, com as séries "13 dias longe do sol" e a novela "I love Paraisópolis". Também atuou diversas vezes no cinema. Suas últimas estreias foram "Uma espécie de família", do argentino Diego Lerman e, "O silêncio do céu", de Marco Dutra. Este ano, integra a nova série de Miguel Falabela, “Eu, a avó e a boi” e aguarda a estreia de dois filmes, “Serial Kelly”, de René Guerra, e “Dentes”, de Julio Taubkin e Pedro Arantes. Nesta conversa, além de suas origens – que misturam Líbano, País Basco, Uzbequistão, Uruguai e Argentina – Paula fala também sobre a importância da formação e processo de construção do ator, feminismo, a violência contra a mulher no Brasil e outros temas que tornam este papo imperdível.
Neste episódio você vai conhecer a trajetória de Dani Leite e seu projeto Comida Invisível que conecta quem tem alimentos bons e próprios com quem precisa deles. A missão do Comida Invisível é reduzir o desperdício e a má distribuição de alimentos, e contribuir para a diminuição de gases de efeito estufa no planeta. Dani Leite é estudiosa de diversos temas, de física a direito, de braile a meditação, é mestre em direito das relações sociais pela PUC, tem MBA em gestão empresarial, é especialista em direito do trabalho pela universidade de Milão, faz palestras em congressos internacionais e autora de vários artigos nas áreas jurídica e de bem-estar.
A VIDA EM UMA BICICLETA

A VIDA EM UMA BICICLETA

2020-03-1901:29:15

Neste episódio você vai conhecer a história de vida da cicloativista Renata Falzoni. Ela é pioneira no Brasil na valorização do uso da bicicleta, utiliza a bike como meio de transporte desde os anos 70 e fundou o primeiro clube de ciclistas urbanos noturnos do Brasil, o Night Bikers Club. Viveu muitas aventuras pelo mundo em cima de duas rodas. É a criadora do portal e canal do youtube Bike é legal, com quase 180.000 inscritos. A trajetória profissional dela é inspiradora, arquiteta, fotógrafa, atuou como bike repórter, pioneira na inovação da linguagem da vídeo reportagem no Brasil. É palestrante, apresentou inúmeros trabalhos sobre comunicação e mobilidade em congressos, fóruns e empresas. E é também, diretora de 4 documentários sobre bike e mobilidade. Ah e Renata nos revelou que é pré- candidata a vereadora na cidade de São Paulo pelo PV.
Seu empreendedorismo tem o propósito de preparar meninas para liderar em diversas áreas, principalmente as que são tradicionalmente dominadas por homens, como exatas e tecnologia.  Pesquisadora de liderança, gênero e futuro da educação, Deborah De Mari conclui que essas habilidades para liderar devem ser incentivadas e desenvolvidas ainda na infância. Em prol desta causa, Deborah fundou o Força Meninas, um negócio de impacto social que capacita meninas a partir dos 6 a 18 anos em habilidades do século 21 e desperta o potencial delas para mudarem o mundo. Com 3 anos de existência, o Força Meninas já atingiu mais de 42.000 meninas presencialmente e mais de 50.000 pessoas em suas redes sociais. Deborah De Mari tem trajetória na área de marketing e atuou mais de 10 anos em empresas como Natura e Walmart.
Neste episódio, você vai conhecer a trajetória de Patricia Palumbo, uma das radialistas mais respeitadas do país quando o assunto é música brasileira. Fez escola no rádio, inspirou muitas locutoras, comunicadores e apreciadores da boa música. Ela empreendeu e inovou com a criação da rádio vozes, uma delícia de emissora digital com programação ao vivo que também oferece conteúdo sob demanda. E não para por aí, é idealizadora do programa Vozes do Brasil, um dos mais importantes da música brasileira que além de contar as histórias dos artistas e canções também mostra a ficha técnica e da voz aos produtores musicais e instrumentistas. Recentemente Patricia lançou seu terceiro livro: Vozes do Brasil - Entrevistas reunidas. A mestra do rádio pra você.
Neste episódio do Diversas, Karina conta sua trajetória desde a infância, fala sobre o novo disco Desmanche, critica o esvaziamento das ruas e o ativismo político feito de forma superficial nas redes sociais, revela também que desde que oficializou a denúncia sobre o abuso sexual sofrido pelo babalorixá Dito de Oxóssi, não para de receber relatos sobre abusos sofridos por mulheres de todos os cantos do Brasil e as encoraja a falarem sobre a violência. Ela impacta! Basta ve-la no palco, ler os seus versos ou ouvir a sua voz quando ela fala, opina, canta, atua. Karina Buhr para você.
Neste episódio você vai conhecer a trajetória de luta e arte de Preta Ferreira. Ela virou símbolo de resistência do povo preto e da luta por moradia em São Paulo. É uma das coordenadoras do MSTC (Movimento dos Sem Teto do centro de São Paulo), na ocupação 9 de julho, organiza eventos culturais e sócio educativos. Ela foi acusada injustamente de prática de extorsão em ocupações e ficou 108 dias detida na penitenciária feminina de Santana na cidade de São Paulo. A mobilização contra sua prisão foi forte, artistas, feministas e ativistas do movimento negro e de moradia engrossaram o coro Preta Livre, hashtag que dominou as redes sociais. Nessa conversa, Preta conta sua história, fala sobre sua relação com a arte e seu trabalho com a música, da importância social dos movimentos de luta por moradia, da criminalização desses movimentos por parte de alguns setores e da mídia, sobre Marielle e os dias na prisão. #pretaslivres
Neste episódio você vai conhecer o legado da prostituta, escritora e ativista Gabriela Leite, criadora da Daspu e fundadora do movimento de prostitutas no Brasil e da organização Davida. A Daspu surgiu em 2005 como uma estratégia de enfrentamento às violências e estigma da sociedade com as prostitutas e com as mulheres em geral, com objetivo de dar visibilidade para a luta política das prostitutas, que ainda é extremamente silenciada e invisível.  A jornalista Fabiana Ferraz conversou com a psicóloga Elaine Bortolanza, curadora e coordenadora da Daspu. Na linha de frente da Daspu ha alguns anos, Elaine segue na luta ao lado das prostitutas e trabalha para que a Daspu continue atuando como um dispositivo cultural e artístico na intersecção entre corpo, sexualidade, gênero, cidade, prostituição e a luta por direitos das trabalhadorxs sexuais e LGBTQI+.
Meio mineira e meio baiana, Manuelle Ferraz, chef e proprietária do restaurante A Baianeira, nasceu em Almenara, pequena cidade do Vale do Jequitinhonha, divisa das Minas Gerais com a Bahia. A primeira unidade da Baianeira, nasceu na Barra Funda e ganhou destaque no mundo da gastronomia. No ano passado, estreou na lista dos restaurantes Bib Gourmand – Melhor Custo Benefício do Guia Michelin no Brasil. Recentemente foi aberta a segunda unidade no Masp - Museu de Arte de São Paulo, na Avenida Paulista. A trajetória profissional inspiradora de Manuelle Ferraz passa pelo sertão de Minas, Edimburgo, Nova York e São Paulo.
DESMISTIFICANDO A ADOÇÃO

DESMISTIFICANDO A ADOÇÃO

2020-01-3001:17:37

Neste episódio você vai conhecer o trabalho da doutora Dora Martins, juíza substituta de segundo grau do Tribunal de Justiça de São Paulo e integrante da Coordenadoria da Infância e Juventude do TJ-SP. A desembargadora é conhecida e respeitada no meio jurídico quando o tema é adoção. Ela também atua com o intuito de informar e defende a adoção responsável, transparente, cidadã, racional e sem idealizações.
Neste episódio, você vai conhecer a trajetória profissional de sucesso da paulistana Fernanda Leôncio. Ela é sócia da Fintech Conta Black, primeira conta digital criada por negros com foco em promover o acesso à serviços bancários para a população "desbancarizada" que segundo dados do IBGE, atinge 60 milhões de pessoas no Brasil. Fernanda também é fundadora da Associação Afrobusiness Brasil e dedica-se ao desenvolvimento de ações e programas para fomentar a diversidade, inclusão econômica e social. Relacionando as temáticas de gênero e étnico raciais, com ênfase em empreendedorismo.
Malka é compositora, produtora musical e idealizadora da Trava Bizznes, a primeira gravadora do mundo focada em artistas trans. Neste episódio do Diversas, você vai conhecer a trajetória dessa artista que tem a importante missão de abrir espaços, resistir e dar mais dignidade à arte e a vida das travestis no país que ocupa a primeira posição no ranking mundial da trans fobia.
Flávia Durante é comunicadora, DJ e empresária. Desde 2012 produz o Pop Plus, feira de moda e cultura plus size. Ao longo destes 7 anos, tem desmistificado conceitos que mulheres e homens escutam há décadas em relação à moda. Hoje, o evento recebe cerca de 12.000 pessoas por edição. Aperte o play e confira!
loading
Comentários 
Baixar da Google Play
Baixar da App Store