Claim Ownership

Autor:

Inscrito: 0Reproduzido: 0
compartilhar

Descrição

 Episodes
Reverse
Quem trabalha com sustentabilidade nas empresas ouve o tempo todo a história de que para ela dar certo, tem de ser de cima para baixo. Mas será mesmo que é assim que funciona? Ou melhor, será que isso dá resultado? No quinto episódio da terceira temporada do SustentaíCast, botamos esse mito abaixo e mostramos as diferentes abordagens possíveis e a que melhor se adequa à sustentabilidade corporativa.
Desde que foi lançado, em 2015, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, criados pela ONU, virou xodozinho das empresas e sinônimo de gestão da sustentabilidade. Mas será que é para isso que eles servem mesmo? Qual o propósito das empresas ao alavancarem os ODS ao status de pop star? Será que com isso elas, realmente, estão fazendo sustentabilidade?
Nesta nova temporada, falaremos sobre mitos da sustentabilidade corporativa. O primeiro trata do mito de as empresas dizerem que são engajadas para a sustentabilidade, quando a realidade é que o que elas fazem é muito pouco e geralmente em datas comemorativas, como dia mundial do meio ambiente e dia da árvore.
No episódio bônus da segunda temporada, conversamos com o CEO da Usina de Startups, uma aceleradora de negócios que tem um cluster só voltado para empresas cujo negócio esteja relacionado com sustentabilidade. O Leo é super especialista em internacionalização de empresas e neste bate papo mostra pra gente a importância de já nascer pensando em ser global e a vantagem que as empresas sustentáveis tem nos mercados internacionais.
No SustentaíCast dessa semana conversamos com a Polliana Silva, a Polly. Engenheira Civil, mestre em engenharia urbana, a Polly é fundadora da Co-Urbana, uma consultoria voltada para a co-criação de cidades regenerativas. Nosso papo girou em torno de mobilidade, mobilidade em tempos de pandemia, além do nosso papel enquanto cidadão no cuidado e na construção de cidades melhores.
Nesta semana o SustentaíCast conversou com a Raíne Costa, que desenvolveu um projeto de reaproveitamento de casca de coco para geração de energia em fornos industriais. No bate papo ela conta sobre a sua iniciativa, que nasceu como um trabalho de conclusão do curso de engenharia ambiental, o impacto do resíduo da casca do coco no meio ambiente,  além dos os desafios e as dificuldades de conseguir apoio para levar a iniciativa adiante.
Neste sétimo episódio da segunda temporada, conversamos com a Larissa e o Gustavo, voluntários do programa ComCiência, uma iniciativa multistakeholder que tem como propósito transformar a cidade de Itajubá, em Minas, uma referência em sustentabilidade no país.  Nosso papo girou em torno da lixeira tecnológica que está sendo desenvolvida no projeto, que armazena informações inteligentes, permitindo uma melhor gestão de dados de coleta seletiva, além do papel da tecnologia na promoção da sustentabilidade.
No sexto episódio da nova temporada, conversamos com o Wladimir Salles, sócio da WMTC, uma empresa de treinamento e consultoria e treinamento em supply chain. O Wladimir tem mais de 30 anos de experiência em cadeia de suprimentos e explicou nesse episódio, como a sustentabilidade é crítica para a área e como é fundamental para a boa gestão da empresa o desenvolvimento de fornecedores sustentáveis.
O novo episódio do SustentaíCast conta com a presença de Fernanda Ramos, analista de sustentabilidade da Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Ela fala de sua experiência à frente do programa Ecos, que é reconhecido nacionalmente como uma tecnologia sustentável, e dos desafios de engajar para sustentabilidade colaboradores da própria CNC, além de todo Sistema S que está debaixo de seu guarda-chuva
O episódio dessa semana é com o Roberto Anderson, arquiteto, urbanista e professor da PUC-Rio. O bate papo foi sobre sustentabilidade nas cidades em suas mais diversas perspectivas: água, resíduos, mobilidade, população, bairros melhores, o futuro das cidades, pobreza...
Um dos maiores problemas da sustentabilidade, se não o maior, é o consumo. Além de pressionar uma maior extração de recursos naturais, o consumo também impacta a ponta final, que é a geração de resíduos. Neste episódio do SustentaíCast conversamos com o Bruno Gondim, biólogo, que trabalha com gestão de resíduos e educação ambiental no Instituto Butantan. Confira! O Bruno também explica de uma forma muito "Ana Maria Braga" como pessoas comuns e que não tem a sustentabilidade como causa, pode fazer a separação do seu lixo em casa e como as crianças são receptivas à educação pra sustentabilidade.
No SustentaíCast desta semana eu converso com o Alexandre Teixeira, coordenador de sustentabilidade do Ifood. O papo gira em torno do futuro da sustentabilidade e como ela funciona em uma empresa tecnológica nativa do século XXI.
Entrevista com a jornalista Victoria Cruz, apresentadora do programa Impacta Rio, que vai ao ar todas as terças e quintas na rádio Antena 1 Rio sobre o papel da imprensa na disseminação e engajamento do público para a sustentabilidade.
A diversidade entrou na moda das empresas há alguns anos. Ela esteve sempre ligada à sustentabilidade, já que, comprovadamente, faz bem aos negócios. Mas será que o que vem sendo feito ultimamente é realmente diversidade ou apenas uma forma das organizações ficarem bem aos olhos da sociedade? E mais, como funciona o processo de diversidade dentro das empresas? Ele se resume ao recrutamento e seleção ou é preciso preparar quem está chegando, assim como quem já está dentro?
Uma das questões mais críticas da sustentabilidade é o consumo responsável, afinal, somos quase oito bilhões de pessoas no mundo. Neste episódio do SustentaíCast, falamos dos desafios que as empresas, e as pessoas passarão nos próximos anos. Afinal, quem quer abrir mão do conforto da vida moderna e que empresa quer deixar de vender?
Uma das origens da sustentabilidade é a responsabilidade social, ainda muito praticada por diversas empresas. Mas o que é responsabilidade social, como ela pode ganhar contornos estratégicos mesmo não sendo uma área core? Neste episódio do Sustentaí Julianna Antunes cita três exemplos de como responsabilidade social pode atender demandas e resolver problemas relacionados ao negócio.
Este episódio narra a evolução da sustentabilidade corporativa, que começou com a responsabilidade socioambiental, passando pela comunicação da sustentabilidade, a sustentabilidade atrelada aos processos de negócios e produtivos, até chegar a proposta de modelos de negócios sustentáveis. Além disso, o episódio faz um resgate histórico de quando se começou a falar de sustentabilidade, citando o Clube de Roma, a Conferência de 72, o Relatório de Brundtland e a Rio-92.
Muita gente ainda acredita que sustentabilidade é coisa de gente grande. Nada mais equivocado. No episódio do SustentaíCast dessa semana, falamos do que é possível fazer e do caminho que as micro e pequenas empresas podem percorrer para inserir a sustentabilidade no seu dia-a-dia. 
Neste episódio do SustentaíCast, falamos de como é a rotina de trabalho da área de sustentabilidade, os tipos de projeto que ela faz, o perfil ideal dos profissionais e a diferença entre o escopo de sustentabilidade e meio ambiente
Neste episódio do SustentaíCast, falamos de um dos cases mais emblemáticos da sustentabilidade corporativa, o da Nike. Em 20 anos, a Nike saiu de um grande escândalo de direitos humanos para uma das líderes empresariais de sustentabilidade.
Comentários 
Baixar da Google Play
Baixar da App Store