Claim Ownership

Author:

Subscribed: 0Played: 0
Share

Description

 Episodes
Reverse
A guerra estabelecida entre o Estado de Israel e o grupo extremista Hamas corrobora para a escalada da violência contra os palestinos. Enquanto um povo é beneficiado desde o fim da Segunda Guerra Mundial, o outro lado tem direitos negados. Para além da guerra, Anderson Pires e Felipe Gesteira analisam neste episódio os efeitos do confronto na política internacional, como os Estados Unidos se beneficiam neste processo, e ainda as torcidas organizadas no Brasil por conservadores ditos cristãos que se regozijam com as mortes de inocentes.
É proibido casar? No Brasil, ainda não. Mas, se depender dos conservadores que habitam o Congresso Nacional, em breve será inacessível para muitos brasileiros o direito de ter com a pessoa amada uma relação civil equivalente ao matrimônio. Desde 2011 o Supremo Tribunal Federal reconhece uniões estáveis homoafetivas, e pela decisão já recebeu mérito da Unesco. No entanto, sob a justificativa de uma lacuna legislativa, avança na Câmara dos Deputados um retrocesso histórico. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem o tema que interfere diretamente na vida privada de milhares de brasileiros, mas vem sendo pautado e discutido por quem em vez de defender direitos, faz uso de bases religiosas para perseguir. 
O Senado Federal aprovou a regulamentação do mercado de carbono no Brasil. Um avanço, sim, mas passou também a 'boiada', pois o agronegócio, setor que mais gera impactos negativos ao meio ambiente, ficou de fora. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira discutem o que muda para grandes empresas com a iminente legislação, que ainda será analisada pela Câmara dos Deputados, e ainda os benefícios gerados pelo capital para os grupos que podem comprar as compensações ambientais sem qualquer compromisso com a preservação do planeta.
O aborto está entre as principais causas de morte materna no Brasil. A cada 7 mulheres com idade próxima dos 40 anos, 1 já fez um aborto. Somente em 2021, mais de 1.500 meninas entre 10 e 14 anos precisaram ser internadas por motivos relacionados ao aborto, sendo apenas 8% do total de causas autorizadas pela legislação atual. Além de todos os problemas decorrentes da condição em que se encontra, a mulher que precisa abortar enfrenta ainda a criminalização e o risco de perder a vida. "Nem presa, nem morta", dizem as campanhas em defesa da descriminalização do aborto. No momento em que o Supremo Tribunal Federal retoma a discussão, uma onda conservadora reacende o debate inflamando a população a novamente violentar as mulheres. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem aspectos políticos e jurídicos do assunto que é urgente e precisa ser enfrentado como questão de saúde pública.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, protagonizaram nesta semana um acordo histórico em que as duas nações sinalizam ao mundo a defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras. Proteção dos diretos trabalhistas, promoção do trabalho digno e combate à discriminação estão entre as diretrizes. Mas há também interesses políticos dos líderes mundiais. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira analisam a conjuntura internacional que permeia o acordo entre Lula e Biden, tendo como alguns dos tópicos a precarização do trabalho na China, a uberização do trabalho pelos aplicativos e a greve dos trabalhadores das montadoras de veículos dos Estados Unidos.
A Suprema Corte começou a condenar os participantes da tentativa de golpe de Estado no 8 de janeiro, em Brasília. Com as primeiras condenações pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a justiça brasileira dá um recado às instituições e à sociedade de que os atos golpistas não podem ser confundidos com um "passeio no parque". Mas se houve uma tentativa de golpe de estado, quem seria o beneficiado caso o golpe tivesse logrado êxito? Neste caso não são apenas indícios, todas as provas culminam no ex-presidente Jair Messias Bolsonaro. Cabe então outra pergunta: Quem deu a ordem do golpe? No episódio 80 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira avaliam quais impactos golpistas e demais bolsonaristas enfrentarão a partir destas primeiras condenações.
Após a Enfermagem garantir com muita luta e engajamento o piso salarial nacional, outras categorias debatem se não é justo que demais profissionais brasileiros tenham esse parâmetro. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem a necessidade de um piso salarial nacional para o funcionalismo público que alcance todas as categorias profissionais. O assunto é polêmico, no entanto, é justo que um médico ganhe 10 vezes mais que um enfermeiro, ou 30 vezes mais que um maqueiro? Sem quaisquer das três profissões, o hospital não funciona.
O Centrão chora, reclama, pressiona e tem força política no Brasil desde a redemocratização. Fisiologismo que chama? Sim, mas ao mesmo tempo em que o grupo político sanguessuga de governos da esquerda à extrema-direita atua conforme seus interesses, não se pode engolir tudo como se a relação - por existir há tanto tempo - seja normal. Neste episódio 78 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem sobre o que representa o Governo Lula abrir espaços para partidos do Centrão.
O direito à moradia digna está assegurado na Constituição brasileira. No entanto, basta andar pelo país para se deparar com pessoas morando nas ruas. O problema deles é nosso, enquanto sociedade, que falhamos coletivamente ao não garantir as mesmas condições a todos. Enquanto isso, a especulação imobiliária e os olhares higienistas movidos por questões de classe nada cristãs querem expulsar as populações de rua para longe da vista. O Supremo Tribunal Federal formou maioria para proibir as remoções arbitrárias e obrigar o poder público a encontrar soluções. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem diversas questões em torno do tema.
O Brasil hoje está dividido entre aqueles que não veem a hora de a Polícia Federal tocar a campainha da casa do ex-presidente Jair Bolsonaro e os que estão clamando aos céus para que isso não aconteça. Mas, calma! Se será ou não preso, ainda há muito o que se descobrir em relação às investigações que estão em andamento, especialmente no caso das joias sauditas. Além deste escândalo, Bolsonaro ainda tem muito a explicar sobre seu suposto envolvimento na tentativa de golpe de Estado de 8 de janeiro e nas ações de seu governo durante a pandemia de covid-19. Neste episódio de retomada do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira revisitam os últimos fatos que envolvem Jair Bolsonaro no escândalo das joias sauditas e debatem sobre o futuro do bolsonarismo no Brasil, assim como o estrago político causado para seus apoiadores.
Finalmente o tenente-coronel Mauro César Barbosa Cid, que foi ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro, será ouvido pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga os ataques golpistas do dia 8 de janeiro. Mauro Cid é suspeito de articular um golpe de Estado logo após a derrota de Bolsonaro nas eleições. O plano seria executado por meio de uma intervenção militar. Homem de confiança do ex-presidente, há quem diga que Cid é quase da família, como um "sobrinho" de Bolsonaro. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem sobre as sucessivas derrotas da direita bolsonarista no Brasil, o esfacelamento dos apoiadores de Bolsonaro e o ainda o que pode acontecer com o ex-presidente e seus fanáticos defensores a partir do depoimento de Mauro Cid na CPMI dos Atos Golpistas.
074: RIP Bolsonaro

074: RIP Bolsonaro

2023-06-3040:07

Bolsonaro não morreu ainda, mas enquanto vivo estiver, ou ao menos nos próximos oito anos, não poderá se candidatar nem a vereador no Brasil. Condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral por abuso de poder político, o ex-presidente da República e maior representante da extrema-direita no país está fora do páreo político. Mas como fica o bolsonarismo? São muitas as questões. Com tanto fundo eleitoral o PL fará mais prefeitos? Os apoiadores mais ferrenhos se manterão na extrema-direita? Oportunistas eleitos na onda bolsonarista migrarão para o Centrão? Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira projetam o que deve acontecer com o espólio de Bolsonaro nas próximas eleições.
Há muito a classe política no Brasil discute a necessidade de uma reforme tributária. O país finalmente terá uma, mas isso não quer dizer necessariamente que as mudanças na forma como os tributos serão tratados trarão benefícios e melhora nas vidas de quem mais precisa. É lamentável que a lógica de retirar o imposto do consumo e passar a cobrar na renda não será implementada. O Legislativo discute uma reforma com rearranjos, mudanças de nomes nos impostos, ampliação das desigualdades regionais e tudo o mais, menos combate à pobreza. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira analisam os (poucos) ganhos que o Brasil poderá ter com a reforma tributária e debatem sobre quais serão os possíveis impactos sociais.
Ninguém aguenta mais a atual taxa básica de juros no Brasil. Os 13,75% da Selic interessam aos bancos e a quem deles se beneficia. Nem as grandes empresas, setor produtivo, indústria, muito menos os governo, que tem feito seu papel para que a economia decole, aguentam os juros praticados pelo Banco Central. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem fazendo milagre com a economia. Queda no dólar, alta na bolsa, controle da inflação, mas parte da mídia do eixo Rio-São Paulo atribui o excelente resultado a um terceiro golpe de sorte de Lula. Haja sorte, pois três é demais! Neste episódio número 72 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira antecipam o debate que dever esquentar o país na próxima semana: a reunião do Copom e a possível mudança na taxa básica de juros.
A quem servem as Polícias Militares no Brasil? Antes de qualquer resposta polêmica, a pergunta inicial pode ser complementada com outra: Quando você está sozinho na rua e avista um policial, se sente seguro ou com medo? A relação entre opressão e garantia da ordem promovidas pelas Polícias Militares no Brasil perpassa também por questões de classe. O homem que foi amarrado e carregado por policiais de São Paulo como um animal morto, muito provavelmente nunca se sentiu seguro diante de animais fardados daquele tipo. E não estamos falando de qualquer polícia, pois a de São Paulo, uma polícia historicamente assassina, sozinha já matou mais no estado do que muitos exércitos em guerras pelo mundo. Tal qual o chamado fantasma do comunismo, a extrema-direita se apropria do conceito de desmilitarização para disseminar notícias falsas, como se a proposta tivesse a ver com extinguir a Polícia Militar, quando na verdade trata de unificar as polícias. No episódio 71 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem sobre a necessidade de mais formação humana para as polícias. Não à toa o índice de letalidade da Polícia Militar de São Paulo caiu drasticamente após a implantação de câmeras nos uniformes dos oficiais. É preciso formar policiais mais humanos para que a sociedade se beneficie da defesa social sem que isto seja alcançado tão somente pelos agentes serem vigiados, mas porque acreditam que o maior bem é a preservação da vida.
070: Meio ambiente

070: Meio ambiente

2023-06-0239:14

Grande parte da classe política não tem dimensão de qual é a maior riqueza do Brasil. Todo o potencial para geração de energia por fontes renováveis não está aí à toa, decorre do meio ambiente. E o que se tem por aqui é único. Após quatro anos de um desgoverno antiambientalista que sustentou o lema "passar a boiada", há ainda nesta Legislatura do Congresso Nacional quem defenda atacar o meio ambiente. No episódio de número 70 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem a importância da preservação dos rios, mares e florestas, abordam a necessidade de recuperação dos biomas e ainda avaliam os riscos econômicos no cenário global diante de uma possível postura do Brasil contrária à natureza.
069: Carro Popular?

069: Carro Popular?

2023-05-2634:46

Popular para quem? O Governo Lula propõe reduzir a carga tributária sobre veículos que custam até R$ 120 mil para torná-los mais "populares". O mesmo governo admite que o carro mais barato no Brasil hoje custa em torno de R$ 70 mil e promete baixar esse valor em torno de 10%, ou seja, o carro mais barato continuará custando mais de R$ 60 mil. É inegável que a medida não tem o povo mais pobre como prioridade, vem apenas para salvar a indústria automotiva, que sequer é responsável por grande geração de empregos no país. No episódio 69 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira discutem o que deveria ser prioridade para um governo eleito com a proposta de reduzir as desigualdades sociais. Com incentivos para montadoras, enquanto a indústria goza, o povo agoniza e sofre piora na mobilidade urbana, saúde e meio ambiente.
O agro é pop, dizem. Mas de que vale tanta mídia, tanto PIB, tantos percentuais de crescimento se no fim das contas o setor que produz alimento para o equivalente a sete países de seu tamanho assiste ao povo passar fome? A contrapartida social do agro diante do prato de comida vazio no fim das contas é zero. No episódio de número 68 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira debatem sobre agro, mercado, industrialização, empregos, e avaliam o que de fato é riqueza para o povo brasileiro.
067: O país da aposta

067: O país da aposta

2023-05-1238:15

As apostas esportivas atingiram um patamar inimaginável no Brasil. Sites e aplicativos instalados em paraísos fiscais hoje são financiadores dos principais clubes e competições no mundo do futebol brasileiro. O volume de dinheiro é tanto que faz o tradicional - e ilegal - Jogo do Bicho ser fichinha ante o império dos chamados 'bets'. Após escândalos de manipulação de partidas para favorecer apostadores, tornou-se urgente a regulamentação da atividade no país. Mas da forma como caminha, a edição da Medida Provisória promete apenas institucionalizar a atividade como está hoje, com a diferença que governo e clubes morderão um pedaço do bolo. Neste episódio do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira analisam os riscos dos bets para a sociedade, assim como eventuais prejuízos que a prática pode trazer para todos os entes envolvidos na regularização - ou não - das apostas no país.
Qual o futuro de Jair Bolsonaro? Nesta semana, o ex-presidente da República acordou com a Polícia Federal em sua porta. Os agentes cumpriam mandado de busca e apreensão em sua casa. A investigação não era sobre o escândalo das jóias da Arábia, nem a responsabilização do mandatário sobre as mortes evitáveis na pandemia de covid-19, ou mesmo o uso escancarado da máquina pública na reta final das eleições de 2022, em período vedado. A Operação Venire investiga suposta fraude no cartão de vacina de Jair Bolsonaro. Pode ser a ponta do iceberg, pois à procura de uma coisa, muitas vezes se acha outra. No caso de Bolsonaro, ele já teve o celular apreendido, e alguns aliados de primeira ordem, como Mauro Cid, também envolvido no escândalo das jóias, já estão presos. Na mesma semana, a investigação sobre um escândalo de rachadinha que passa da ordem de milhões chegou em seu filho Carlos Bolsonaro. A esposa, Michelle, até hoje não respondeu sobre o cheque, agora fichinha diante do valor das jóias. Neste episódio, Anderson Pires e Felipe Gesteira celebram o fim da emergência em saúde por covid-19 e projetam o que o futuro deve reservar ao ex-presidente Jair Bolsonaro.
Comments 
Download from Google Play
Download from App Store