Claim Ownership

Author:

Subscribed: 0Played: 0
Share

Description

 Episodes
Reverse
 Hoje temos como convidado o jornalista Alexandre Putti que conversou sobre ativismo, orgulho, direito e História. O dia 28 de junho é hoje considerado no mundo todo o nosso dia… esse dia marca a revolta de Stonewall. Na madrugada de 28 de junho de 1969 o Departamento da Polícia de Nova York, seguindo a sua política de encerramento de bares gays, invadiu o Stonewall Inn, frequentado maioritariamente por pessoas LGBTQIA + pobres e de classe trabalhadora. Porém, nessa noite, pela primeira vez, em vez de se deixarem prender sem razão, as pessoas no bar formaram uma multidão revoltada em torno dos policiais. Dentro do bar, pessoas queer, mulheres trans e lésbicas começaram a resistir a revistas corporais invasivas da polícia. Do lado de fora, uma mulher lésbica resistiu à polícia enquanto a prendiam, pedindo à multidão "façam algo!" De acordo com algumas testemunhas e seu próprio relato, essa mulher era Stormé DeLarverie, uma lésbica birracial e drag, que era conhecida como “guardiã das lésbicas”. A multidão, na maioria clientes e transeuntes negros, latinos e brancos LGBTQIAP+, começou então a lutar fisicamente contra a polícia, desencadeando a revolta que durou seis dias. Os envolvidos nos distúrbios incluíam ativistas como Marsha P. Johnson, John O'Brien e Dave Van Ronk. No seguimento, muitos dos participantes e outros ativistas LGBTQIAP+ criaram a Frente de Libertação Gay, que revolucionou o movimento de emancipação LGBTQIAP+. Neste dia no ano seguinte, foram organizados protestos para comemorar o 1º aniversário da revolta de Stonewall em Nova York, Los Angeles, San Francisco e outras cidades. Esta tornou-se a celebração anual do Orgulho LGBTQIAP+ que continua até hoje em todo o mundo, sendo uma das razões para que se celebre o mês do Orgulho em Junho. ---------------------------- Neste programa usamos o trecho da musica de Alaska Thunderfuck - ROY G BIV BBT  Para ouvir o episódio acesse: pod.link/viveracao Redes sociais: linktr.ee/viveracao #FundoPositivo #Viveracao #Sexualidade #LGBT #Podcast #HIV #Prevencao #Autoestima Esse podcast é Financiado pelo Fundo Positivo. __________________ Coordenação geral: Augusto Menna Barreto. Texto de apresentação deste episódio: Augusto Menna Barreto Narração: Matheus Freitas Edição e mixagem de som: Guilherme Mendes Muniz Secretaria do projeto: Breno Gonçalves Arte: Breno Camargo Redes Sociais: Augusto Menna Barreto e Breno Gonçalves. Organização parceira: RNP+C (Rua Cruz Machado,353, sl 02 - 80410170 Centro Curitiba, PR) Roda de Conversa I=I, quinzenalmente às Quintas-feiras, às 19h --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Em uma pesquisa realizada em 2017 pela revista Attitude – uma revista americana de comportamento gay – 84% dos respondentes disseram se sentir “sob intensa pressão” para terem o corpo em forma e atenderem aos padrões de beleza da sociedade. Enquanto apenas 1% se considerou “muito satisfeito” com sua aparência. Vocês por acaso já se sentiram pressionados a atender ou se adaptar a algum padrão estético? Conta pra gente nos comentários! No episódio dessa semana, recebemos @Diego Mendonças e @iexandre e falamos sobre as pressões estéticas da sociedade. Não deixem de conferir! ---------------------------- Neste programa usamos o trecho da musica de Pitty - Máscara Para ouvir o episódio acesse: pod.link/viveracao Redes sociais: linktr.ee/viveracao #FundoPositivo #Viveracao #Sexualidade #LGBT #Podcast #HIV #Prevencao #Autoestima Esse podcast é Financiado pelo Fundo Positivo. __________________ Coordenação geral: Augusto Menna Barreto. Texto de apresentação deste episódio: Augusto Menna Barreto Narração: Matheus Freitas Edição e mixagem de som: Guilherme Mendes Muniz Secretaria do projeto: Breno Gonçalves Arte: Breno Camargo Redes Sociais: Augusto Menna Barreto e Breno Gonçalves. Organização parceira: RNP+C (Rua Cruz Machado,353, sl 02 - 80410170 Centro Curitiba, PR) Roda de Conversa I=I, quinzenalmente às Quintas-feiras, às 19h --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Você sabe o que é biscoitagem? É um adjetivo dos tempos atuais. Um termo do dicionário millennials. O significado de biscoitar, nada mais é que chamar a atenção na internet para ganhar elogios. Em geral sendo uma prática realizada por meio de fotos sensuais.   Mas como isso nos afeta? E a nossa autoestima fica como? Já  pensaram como essa coisa de biscoitos dados e recebidos pode nos afetar? É sobre isso, e muito mais a nossa conversa de hoje! Vem com a gente! Recebemos o ator Evandro Manchini e o psicólogo Fernando Garcia ---------------------------- Neste programa usamos o trecho da musica de Alaska Thunderfuck - Hieeee. Para ouvir o episódio acesse: pod.link/viveracao Redes sociais: linktr.ee/viveracao #FundoPositivo #Viveracao #Sexualidade #LGBT #Podcast #HIV #Prevencao #Autoestima Esse podcast é Financiado pelo Fundo Positivo. __________________ Coordenação geral: Augusto Menna Barreto. Texto de apresentação deste episódio: Augusto Menna Barreto Narração: Matheus Freitas Edição e mixagem de som: Guilherme Mendes Muniz Secretaria do projeto: Breno Gonçalves Arte: Breno Camargo Redes Sociais: Augusto Menna Barreto e Breno Gonçalves. Organização parceira: RNP+C (Rua Cruz Machado,353, sl 02 - 80410170 Centro Curitiba, PR) Roda de Conversa I=I, quinzenalmente às Quintas-feiras, às 19h --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Você já pensou sobre como essa coisa dos papéis sexuais pode limitar ou atrapalhar uma sexualidade plena e sem complexos? Sim, a gente sabe que é um assunto polêmico e complexo! Quem nunca se deparou nos apps com um “não sou e não curto afeminado”? Ou um “não a passivos”... essas frases são chatas, e podem machucar né? E é justamente sobre isso que conversamos no episódio dessa semana, nele convidamos o Márcio Rolim, do canal Bee40tona para falar sobre ser passivo, ser ativo ou versátil na hora do sexo. Para ouvir o episódio acesse: pod.link/viveracao Redes sociais: linktr.ee/viveracao #FundoPositivo #Viveracao #Sexualidade #LGBT #Podcast #HIV #Prevenção #Lgbtpodcasters #Autoestima Neste episódio foi usado um trecho da música "Xibom Bombom" de As Meninas. Redes sociais: linktr.ee/viveracao #FundoPositivo #Viveracao #Sexualidade #LGBT #Podcast #HIV #Prevencao #Autoestima Esse podcast é Financiado pelo Fundo Positivo. ___________________________________________ Coordenação geral: Augusto Menna Barreto. Texto de apresentação deste episódio: Augusto Menna Barreto Narração: Matheus Freitas Edição e mixagem de som: Guilherme Mendes Muniz Secretaria do projeto: Breno Gonçalves Arte: Breno Camargo Redes Sociais: Augusto Menna Barreto e Breno Gonçalves. Organização parceira: RNP+C (Rua Cruz Machado,353, sl 02 - 80410170 Centro Curitiba, PR) Roda de Conversa I=I, quinzenalmente às Quintas-feiras, às 19h --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
A masturbação permite à pessoa explorar diversas sensações do próprio corpo e se conhecer melhor psicologicamente e sexualmente. Então vamos lá: descubra todos os benefícios (e perigos) da masturbação com o novo episódio do Viveração Podcast! Neste episódio foi usado um trecho da música "Coytada" de Linn da Quebrada. Redes sociais: linktr.ee/viveracao #FundoPositivo #Viveracao #Sexualidade #LGBT #Podcast #HIV #Prevencao #Autoestima Esse podcast é Financiado pelo Fundo Positivo. ___________________________________________ Coordenação geral: Augusto Menna Barreto. Texto de apresentação deste episódio: Augusto Menna Barreto Narração: Matheus Freitas Edição e mixagem de som: Guilherme Mendes Muniz Secretaria do projeto: Breno Gonçalves Arte: Breno Camargo Redes Sociais: Augusto Menna Barreto e Breno Gonçalves. Organização parceira: RNP+C (Rua Cruz Machado,353, sl 02 - 80410170 Centro Curitiba, PR) Roda de Conversa I=I, quinzenalmente às Quintas-feiras, às 19h --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Apresentação da 2ª temporada do projeto do Viveração, um podcast voltado pra pensar e conversar sobre  saúde, sexualidade, HIV e cidadania entre homens gays e que fazem sexo com outros homens. Esse podcast é Financiado pelo Fundo Positivo.  ___________________________________________  Coordenação geral: Augusto Menna Barreto.  Texto de apresentação deste episódio: Augusto Menna Barreto  Narração: Matheus Freitas  Edição e mixagem de som: Guilherme Mendes Muniz  Secretaria do projeto: Breno Gonçalves  Arte: Breno Camargo   Redes Sociais: Augusto Menna Barreto e Breno Gonçalves.   Organização parceira: RNP+C (Rua Cruz Machado,353, sl 02 - 80410170 Centro Curitiba, PR) Roda de Conversa I=I, quinzenalmente às Quintas-feiras, às 19h  Redes sociais: https://linktr.ee/viveracao --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Você conhece o Viveração Podcast? Viveração é um espaço para falar sobre saúde, sexualidade, HIV e cidadania focando especialmente em histórias e trajetórias de homens gays e HSH.  Em 2021, foram 42 episódios super bem recheados de respeito, debates e comprometimento genuíno com um mundo mais justo, mais humano e saudável.  Chamamos três mulheres super especiais para comentar um pouco essa rica experiência que foi viver e agir para diminuir o estigma relacionado ao HIV, debater sexualidade e prevenção, e,  aprender muito nessa jornada… Falamos com a Médica infectologista Márcia Rachid, com a Márcia Colombo, técnica do Ministério da Saúde que supervisionou o projeto, e com Ariadne Ribeiro do Unaids.  Escute já!  *** O Viveração é um podcast que conta com a coordenação geral de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Mendes Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Final de temporada, que acaba com um sucesso! Consideramos que de alguma forma cumprimos o objetivo de falar sobre saúde sexual, prevenção ao HIV, empatia e direitos humanos.  O projeto encerra o financiamento feito pela UNESCO em 2021 com a certeza de missão cumprida! A atividade nuclear do projeto Viveração nesse ano atipico - marcado pela pandemia de covid19 - foi  a produção de um episódio semanal de Podcast, tendo como foco a produção de uma ação comunicativa para a saúde e, principalmente, uma concepção crítica da importância do protagonismo e do sensibilidade de dar voz e comunicar sem hierarquias. Além dessa produção semanal de episódios do podcast, também fizemos a divulgação dos episódios do podcast nas redes sociais, com sua consequente produção visual, além da divulgação do podcast em aplicativos de encontros, espaços virtuais e grupos de debate dirigidos a comunidade gay e HSH. E o mais importante: criamos espaço virtuais de comunicação segura onde respondemos perguntas e acolhemos membros da comunidade LGBTIQIA+ com dúvidas ou medos com relação à sexualidade, gênero, ISTs, HIV e saúde. Nestes espaços fizemos amigos, e claro, estabelecemos vínculos afetivos com pessoas, criando mesmo uma verdadeira comunidade de Viver-ação. Foram 42 episódios super bem recheados de respeito, debates e comprometimento genuíno com um mundo mais justo, mais humano e saudável. Por isso, chamamos três mulheres super especiais para comentar um pouco essa rica experiência que foi viver e agir para diminuir o estigma relacionado ao HIV, debater sexualidade e prevenção, e,  aprender muito nessa jornada… Falamos com a Médica infectologista Márcia Rachid, com a Márcia Colombo, técnica do Ministério da Saúde que supervisionou o projeto, e com Ariadne Ribeiro do Unaids Esse episódio especial é para apresentar a vocês como foi fazer esse projeto de comunicação e cidadania, mas também anunciar uma nova fase para o projeto. Em 2022 enquanto não tivermos um novo financiador ou novos parceiros nossos episódios terão uma periodicidade mensal. Vocês podem nos ajudar indicando financiadores, apoiadores e parceiros e divulgando nosso trabalho nas redes sociais. Se puderem, também ficaremos felizes em receber contribuições via PIX: (telefone) (41) 99211-1918. Esses apoios são muito importantes para que possamos manter o projeto enquanto não temos um novo financiador. Então é isso, esperamos vocês como sempre lá nas nossas redes sociais: no instagram, no twitter, no Facebook, nos grupos do Telegram e em todos os nossos canais! *** Neste programa usamos um trecho da música de Calle 13 (Latinoamerica) O Viveração é um podcast que conta com a coordenação geral de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Mendes Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Hoje temos um convidado especial, o médico psiquiatra Bruno Branquinho, que já esteve conosco no episódio 02 Saúde Mental em Debate. Hoje chamamos ele aqui para conversarmos sobre um papo importante: chensex ou seja, o uso de drogas durante o sexo, algo cada vez mais comum em nossa comunidade, e que pode nos deixar vulneraveis ao HIV, outras ISTs, ou até a outros problemas de saúde ou de segunrança. Vamos falar sobre o que é o chensex, evitar situações perigosas, e até reduzir os danos e pensar essa prática com mais autocuidado e conciência. Mas antes de de começarmos o papo com o Bruno, um recadinho importante: Pessoal, se liguem, a pandemia de covid19 ainda não terminou, mesmo que você já esteja com esquema vacinal completo continue se cuidando e cuidando de quem você ama: use sempre máscara em locais públicos, continue a evitar aglomerações, principalmente em lugares fechados, ventilando os ambientes e se possível ficando em casa quando possível. Lembre-se mesmo que você não adoeça seriamente com a covid19, você pode passar o vírus para uma pessoa que não tem o sistema imunitário tão eficiente, ficar com sequelas da covid19 ou pior, contribuir para o sars-cov 2 se modifique em uma nova variante e consiga escapar da proteção vacinal. Recentemente vimos o surgimento de uma nova variante, a Ômicron que é ainda mais contagiante que a Delta! Então, nada de ser mané! Vamos ter consciência e, principalmente, amor ao próximo  com pequenas atitudes evitamos que a pandemia de covid19 continue por ainda mais tempo! Não é só na sexualidade e nas relações afetivas que exercemos nosso autocuidado e nossa empatia para com os outros, a covid19, assim como o HIV nos colocou em prova quando falamos de cuidado, solidariedade e amor. *** Neste programa usamos um trecho da trilha sonora de abertura da série “Breaking Bad” O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
A Estratégia Saúde da Família (ESF) visa à reorganização da atenção básica no País, de acordo com os preceitos do Sistema Único de Saúde, e é tida pelo Ministério da Saúde e gestores estaduais e municipais como estratégia de expansão, qualificação e consolidação da atenção básica por favorecer uma reorientação do processo de trabalho com maior potencial de aprofundar os princípios, diretrizes e fundamentos da atenção básica, de ampliar a resolutividade e impacto na situação de saúde das pessoas e coletividades, além de propiciar uma importante relação custo-efetividade. Um ponto importante é o estabelecimento de uma equipe multiprofissional (equipe de Saúde da Família – eSF) composta por, no mínimo: (I) médico generalista, ou especialista em Medicina de Família e Comunidade; (II) enfermeiro generalista ou especialista em Saúde da Família; (III) auxiliar ou técnico de enfermagem; e (IV) agentes comunitários de saúde. Podem ser acrescentados a essa composição os profissionais de Saúde Bucal: cirurgião-dentista generalista ou especialista em Saúde da Família, auxiliar e/ou técnico em Saúde Bucal. Cada equipe de Saúde da Família (eSF) deve ser responsável por, no máximo, 3.500 pessoas, sendo a média recomendada de 2.500 a 3.000 pessoas, respeitando critérios de equidade para essa definição. Recomenda-se que o número de pessoas por equipe considere o grau de vulnerabilidade das famílias daquele território, sendo que, quanto maior o grau de vulnerabilidade, menor deverá ser a quantidade de pessoas por equipe. O que queremos discutir neste episódio é: mas qual é a importância da eSF para as pessoas LGBTI+? Porém para responder isso, precisamos lembrar um conceito muito importante em saúde - aquele da vulnerabilidade.  Esse termo é comumente empregado para designar suscetibilidades das pessoas a problemas e danos de saúde, dependendo de fatores sociais, físicos, econômicos e culturais. Assim, a ESF parece ser muito importante atender os grupos sociais que mais vulneráveis buscando para conquistar autonomia para viver a vida com qualidade e autocuidado, em um cenário de busca pela equidade da justiça social. Então vamos lá! Hoje recebemos o Ademir Lopes Junior, a Livia Oliveira Fernandes Nonato e a Andrieli França da Luz, que vão nos ajudar entender um pouco tudo isso! *** Neste programa usamos a música de Blondie (Heart Of Glass). O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Esse episódio é muito especial para o nosso host Guto, porque é sobre acolhimento, e esse assunto envolve um pouco o ativista que ele é hoje! Imaginem, aquele momento do diagnóstico do HIV é sempre um pouco delicado. Mas felizmente o Guto teve o acolhimento necessário que ajudou a superar esse período complicado: teve o linkador Carlos do COA (Centro de Referência) aqui em Curitiba, teve o João Geraldo do Grupo Rede Mundial, a Socorro e a Maristela da RNP Curitiba e muitas outras pessoas … Qualquer pessoa que trabalhe com o ativismo em saúde ou profissional da saúde que trabalhe na área do HIV sabe que este momento é crucial para os próximos passos daquela pessoa que recebe o diagnóstico de HIV. Se ela se sente acolhida, é bem aconselhada e, principalmente, é ouvida; as chances que ela elabore bem a notícia e que tenha uma boa adesão ao tratamento é muito maior! Como diz Caio Fernando Abreu: “E tem o seguinte, meus senhores: não vamos enlouquecer, nem nos matar, nem desistir. Pelo contrário: vamos ficar ótimos e incomodar bastante ainda.” E é para falar de acolhimento que hoje recebemos duas pessoas super especiais: David Oliveira (fala como se fosse inglês Deivid), jovem e ativista vivendo com HIV que criou uma rede de pessoas para acolher pessoas recém diagnosticadas com HIV ou AIDS, o Dose de Vida, projeto que tem também como Objetivo incentivar a adesão ao tratamento antirretroviral. O David sabe, assim como vocês, viverativos (ouvintes) que o tratamento é a garantia para as pessoas vivendo com HIV de uma vida longa, prazerosa e, principalmente, com qualidade. O outro convidado é o Rogério Melo, psicólogo, mestre e doutor em Psicologia e Sociedade pela UNESP/Assis-SP, membro do grupo de Pesquisa PsiCUqueer (Psicologias, Coletivos e Cultura Queer). que vem contribuir com nosso papo sobre acolhimento falando sobre a vivência queer. Ah gente, e o Rogério ainda é artista/performer do Catálogo Performance Queer Brasil [SSEX BBOX] e Pesquisador e estudioso em gêneros, sexualidades e políticas de subjetivação! Esperamos vocês nas nossas redes sociais, principalmente no Grupo do Telegram. Basta buscar neste aplicativo Viveração, e lá vocês podem mandar as dúvidas, comentários e críticas que por acaso vocês tiverem. Também estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook! Ah, e não se esqueçam daquela atitude amorosa e acolhedora com seus amigos e colegas. A gentileza, a escuta e o carinho podem fazer toda a diferença naqueles momentos difíceis que cedo ou tarde todos nós enfrentamos. *** O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Vocês lembram que no nosso último episódio a gente falou bastante em como a saúde é impactada pela forma como socialmente a gente entende a diferença, né? Por exemplo, em um país racista, o acesso de pessoas negras ao serviço público de saúde é bastante diferente quando comparado ao de pessoas brancas. Isso acontece em outros grupos sociais que têm menor prestígio social. A gente costuma dizer que todo mundo é diferente, e de fato, a diferença é um valor importante do lugar que a gente ocupa no mundo, e também da nossa personalidade. Mas para além desse sentido, tem outro nível em que a diferença diz respeito a isso de nós pertencermos a certos grupos. Em alguns casos,a gente pode pertencer a muitos grupos ao mesmo tempo, e ainda tem casos em que essas diferenças acontecem também em contextos de desigualdade. Todo esse debate tem a ver com o que a gente chama de “marcadores sociais da diferença” e pra ajudar a entender o que eles são a gente pediu pra socióloga Marília Moschkovich nos ajudar. Mandamos algumas perguntas para que talvez sejam as perguntas que tenham passado pela cabeça de vocês em algum momento da vida. *** Neste programa usamos um trecho da música de Elza Soares, BaianaSystem (Libertação - feat. Virgínia Rodrigues) O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Vivendo em sociedade, esse se posicionar é bem curioso de ser analisado. Isso porque na vida prática mesmo, essas coisas que a gente marca ali elas são interpretadas por nós mesmos e por outras pessoas. Ser branco, negro, asiático ou ou indígena, homem, mulher uma pessoa não binária, cis ou trans, morar na região central da cidade ou não ter onde morar dizem muito sobre os acessos que a gente vai ter. É óbvio que isso não é sobre o que a gente pode ser ou não, mas é sobre os obstáculos que certas pessoas terão de enfrentar. Quando a gente fala em saúde, por exemplo, muitos acessos ao serviço e até mesmo a exposição a certas experiências têm a ver com essas coisas que a gente chama de “marcadores sociais da diferença”. Quer dizer, o modo como a gente se entende e é entendido pelo mundo ao nosso redor passa por essas formas como a gente dá sentido ao que é gênero, raça, sexualidade etc. E isso também influencia o modo como a gente vive a nossa cidadania. Um exemplo muito prático e que a gente repete sempre aqui. No Brasil é mais comum que as mulheres cuidem da sua saúde do que os homens. Apesar disso, quando a gente fala de trabalho, mulheres cis têm salários menores e mulheres trans tem pouquíssimas oportunidades. E o que acontece quando a gente pensa nessas coisas olhando pra saúde? É sobre isso que a gente conversa hoje com nosso convidado, o psicólogo Tiago Pinheiro.  Todo mundo preparado? *** Neste programa usamos um trecho da música de Elza Soares, BaianaSystem (Libertação - feat. Virgínia Rodrigues) O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
A participação social do jovem está relacionada com a influência e a participação nos espaços e nas organizações da comunidade e da sociedade, tendo relação com a vida associativa e sócio-comunitária, como a participação na vida escolar, nos clubes, nas associações esportivas, nos bairros. A luta pela aprovação de um marco regulatório na construção de políticas públicas para juventude resultou na construção do Plano Nacional de Juventude e na criação do Estatuto da Juventude (2013). Muitos jovens também fazem parte da luta contra a LGBTfobia ou contra o HIV e o estigma social. Para falar sobre esses e outros assuntos convidamos dois jovens ativistas:  João Cavalcante Rezende da Rede de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/AIDS (Rnajvha) e Lucas Siqueira, ativista do Grupo Dignidade e da Aliança Nacional LGBTI+. *** Neste programa usamos a música Tempo Perdido (Legião Urbana). O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Neste episódio do Viveração, pela primeira vez, convidamos um ouvinte para participar do papo com a nossa convidada Márcia Rachid. Luiz Gustavo Arruda Silva, tem 42 anos, advogado e biólogo, reside em Piracicaba, interior de SP, e acredita que a arte pode ser um instrumento para acabar com o estigma que incide sobre as pessoas que vivem com hiv. Já nossa convidada, Márcia Rachid é uma das mais experientes infectologistas do país, especialmente na questão do hiv/aids, tendo participado, como médica e ativista, desde o surgimento dos primeiros casos até hoje. Sua profunda humanização no atendimento às pessoas que vivem com hiv/aids, assim como sua luta contra o estigma que recai sobre o vírus são um exemplo para todos nós. *** Neste programa usamos músicas de Locomia (Locomia). O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio. A locução inicial é de Matheus Freitas. Edição e mixagem de som são de Guilherme Muniz. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. https://curiouscat.qa/viveracao https://twitter.com/viveracao https://www.instagram.com/viveracaopodcast/ https://www.facebook.com/viveracaopodcast --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
O que é I = I ?

O que é I = I ?

2021-11-1103:28

Descrição: Você sabe o que é I=I? Se quer saber a resposta, preparamos um mini episódio pra você, não deixe de escutar! --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
No último episódio a gente recebeu o médico Wandson Padilha, médico de família e comunidade que atua na cidade de Petrolina, interior de Pernambuco. Nesse episódio bônus a gente conversa um pouco mais com o Wandson que conta pra gente sobre o dia a dia de uma Unidade Básica de Saúde, e também sobre o processo de acolhida à população trans e travestis e também à população trans de forma mais ampla. *** Neste programa usamos músicas de Sarah Mitch e Linha Dura (Respeita os mano, as mina,  as mona). O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio com Thiago Oliveira. A locução inicial é de Matheus Freitas. Textos de apresentação, edição e mixagem de som são de Thiago Oliveira. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Pode parecer simples, mas o sexo oral é um mundo cheio de segredos e complicações. E quanto mais segredos tem uma coisa, mais difícil é falar sobre isso e a gente acaba se enrolando. Lamber, sugar, chupar, morder são coisas que podem se misturar de várias maneiras e cada pessoa vai lidar com elas de um modo diferentes. Lidar com o sexo oral de um jeito legal requer esse jogo de cintura (e de língua), mas também entender quais os efeitos de nossas práticas na saúde sexual.  Hoje é o nosso último episódio da série “tudo que você quis perguntar a um profissional de saúde sobre sexo e nunca teve coragem ou possibilidade”. Nosso convidado foi o Wandson Padilha (@wandsonpadilha), médico de família e comunidade pernambucano que respondeu às dúvidas dos ouvintes! Se você também tem dúvidas, manda no nosso grupo do telegram ou no curiouscat. Os endereços estão nos nossos perfis nas redes sociais.  *** Nesse programa usamos músicas de Letrux (Estrago), A-Ha (take on me) e Ana Cañas  (Lambe lambe). O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio com Thiago Oliveira. A locução inicial é de Matheus Freitas. Textos de apresentação, edição e mixagem de som são de Thiago Oliveira. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Você sabe o que são antirretrovirais? Se quer saber a resposta, preparamos um mini episódio pra você, não deixe de escutar! --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Se o ânus é o órgão mais democrático no mapa sexual de nossos corpos, ele também é aquele sobre o qual é mais difícil de falar. Essa dificuldade em falar de forma franca e aberta sobre o cu tem muitos motivos, especialmente quando olhamos pra influência de ideias e práticas machistas na nossa sexualidade (e na sociedade de forma mais ampla). Tendo em vista a importância que o sexo anal tem na vida de muitas pessoas, especialmente entre pessoas LGBTQIA+, no episódio de hoje convidamos a proctologista Clara Assaf (@claraassaf) pra tirar todas as dúvidas e responder às perguntas enviadas pelos ouvintes. E se você tiver dúvidas, pode continuar mandando no nosso CuriousCat e no Telegram!. Os links estão em nossos perfis nas redes sociais, só procurar por lá. *** Nesse programa usamos músicas de LMFAO (Sexy and I know it), MC Xuxu (Eu fiz a chuca) e Julio Secchin (Ou você me come ou você cai fora). O Viveração é um podcast promovido pela Aliança Nacional LGBTI+. A coordenação geral é de Augusto Menna Barreto, que também apresenta e assina o roteiro deste episódio com Thiago Oliveira. A locução inicial é de Matheus Freitas. Textos de apresentação, edição e mixagem de som são de Thiago Oliveira. Breno Gonçalves é responsável pela secretaria do projeto, Alisson Souza é responsável pela identidade visual, comunicação e redes sociais. --- Send in a voice message: https://anchor.fm/viveracaopodcast/message
Comments 
Download from Google Play
Download from App Store