#023 Dinheiro, querido

#023 Dinheiro, querido

Update: 2020-01-22
Share

Description

Seja você gay, hétero, lésbica ou bi, sempre que um ano novo começa, passadas as festas e fogos, uma das primeiras preocupações que aparecem é: e as contas? Volta e meia a gente se pega tentando fazer milagres com o salário que parece que não dá, cortando gastos daqui e dali para fazer o orçamento fechar e parece que não rola. O primeiro episódio de 2020 do "Fora do Meio" conversou com o host do "Financast" Rafael Morán sobre esses e outros assuntos relacionados a educação e gestão financeira pessoal para começar o ano no verde e se manter nele durante os próximos meses, com dicas e estratégias para que você ouvinte consiga olhar para sua conta bancária sem medo .

Se Joga!

Pequeno manual antirracista (2019) - Livro por Djamila Ribeiro
Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso (2006) - Livro por Carol Dweck

Colabore com o Fora do Meio!

Catarse: https://catarse.me/foradomeio

PicPay: https://app.picpay.com/user/foradomeiopodcast

Apoia.se: https://apoia.se/foradomeio



Fale Conosco:

Site: http://www.foradomeio.com.br

Email: foradomeiopodcast@gmail.com

Telegram: http://t.me/foradomeio



Redes Sociais:

Facebook: http://facebook.com/foradomeiopodcast

Instagram: http://instagram.com/foradomeiopodcast

Twitter: http://twitter.com/foradomeiopod



Facebook: http://facebook.com/mionzinhobnu

Instagram: http://instagram.com/mionzinhobnu

Twitter: http://twitter.com/portadinho


Pesquisa "Perfil do Ouvinte": 


Deixe a gente conhecer melhor você clicando aqui.  


Agradecimento:

Lucas Albuquerque

Gilberto Lima


Podcast integrante da Rede #LGBTPodcasters e da Rede Gaúcha de Podcasts -  Podcastchê



---

Support this podcast: https://anchor.fm/foradomeio/support
Comments 
Download from Google Play
Download from App Store
00:00
00:00
x

0.5x

0.8x

1.0x

1.25x

1.5x

2.0x

3.0x

Sleep Timer

Off

End of Episode

5 Minutes

10 Minutes

15 Minutes

30 Minutes

45 Minutes

60 Minutes

120 Minutes

#023 Dinheiro, querido

#023 Dinheiro, querido

Fernando Arazão