DescobrirFala Coração
Fala Coração

Fala Coração

Autor: Ana Paula Vieira

Inscrito: 0Reproduzido: 13
compartilhar

Descrição

Este Podcast pretende ser uma ajuda para as pessoas a se abrirem à dor, a processarem e libertarem o sofrimento emocional para viverem vidas mais plenas, autênticas e propositadas. Aqui são abordados temas que aliam a Resiliência e Inteligência Emocional ao Desenvolvimento Pessoal inspirando a criação de pensamentos e comportamentos mais conscientes, saudáveis e felizes!
Subscreva para saber quando é publicado um episódio novo.

Mais recursos gratuitos em:
https://anapaulavieira.pt
26 Episodes
Reverse
Todos sabemos que nada é permanente e até a pedra está exposta à erosão e ao desgaste. Porém, apesar de sabermos que o qe é permanente é a impermanência, muitos de nós continuamos a resistir ao que é. Como podemos contrariar esta mentalidade auto-derrotista e fazer melhores escolhas? É isso que é abordado neste episódio.
Os efeitos de uma experiência traumática podem ser muito abrangentes e debilitantes. O seu impacto pode afectar a saúde mental e física, o trabalho e as relações. É sobre o stress desencadeado pelo trauma e do seu impacto que falo neste episódio para que possamos tomar medidas preventivas e construtivas para evitar o stress pós-traumático. Para aprofundar este tema, sugiro a leitura do artigo no blog
A experiência de ter a vida virada do avesso devido a uma morte súbita e inesperada pode fazer com que as pessoas entrem num declínio vertiginoso ou pode ser uma oportunidade para desenvolver mais resiliência e crescer a partir do que aconteceu. Apesar de não podermos nem devermos comparar as perdas porque todas elas são distintas e únicas e todos nós somos diferentes e lidamos com as situações de forma singular, há sempre aspectos comuns nos desafios e no impacto que têm sobre nós, a nossa vida e as nossas relações. A Isabel Mateus (Bela para os mais próximos) é a minha convidada de hoje e vai falar-nos da sua história de perda e superação, numa conversa de coração aberto. Nesta conversa, por vezes emotiva e também muito inspiradora, vamos falar de dor, de amor, de saudade... e também de fé, esperança e sobre como é possível criar uma vida com propósito e significado, mesmo quando achamos que nada faz sentido. A Isabel vai partilhar o que tem sido útil na sua jornada de luto e o que não ajuda ou, por vezes, até prejudica, dando testemunho da sua trajectória da dor rumo ao amor e à paz interior.
Ser amáveis e gentis para connosco próprios é algo que muitos acham desafiante.  Neste episódio vou abordar algumas formas de praticar a auto-bondade e a auto-compaixão e mostrar mais empatia para consigo mesmo nos momentos em que mais precisa. E por fim vou guiar-vos por um processo de 4 passos simples de praticar que produzem resultados eficazes e duradouros. Não podemos mudar o passado nem muitas das circunstâncias exteriores, mas temos total poder sobre as nossas respostas a essas situações.
Um dos maiores bloqueios entre nós e a nossa cura é, com frequência, o que aconteceu. Muitas vezes, quando acontece algo de mau ou ocorre uma tragédia como a morte de um ente querido, sentimo-nos culpados. Achamos que deveríamos ter feito mais do que fizemos ou que não deveríamos ter feito algo. Pensamos que temos um poder maior do que aquele que realmente temos…  Mas, quando ficamos presos na história da culpa, podemos acabar por andar às voltas sem sair do mesmo lugar. Neste episódio abordo o impacto que a culpa tem no processo de recuperação de um abalo de vida e partilho um exercício, simples e poderoso para ajudar a libertar-se do fardo da culpa e viver com mais amor do que dor.
As emoções, só por si, são um mundo cujo domínio requer uma linguagem adequada. Se forem avaliadas como negativas ou inadequadas a tendência é reprimi-las ou suprimi-las o que leva a maior desconforto do que o inicial. Neste episódio vou abordar o papel das emoções, a sua importância e porque é essencial saber regulá-las.
Cultivar e manter a paz de espírito quando estamos a ser colocados à prova ou nos confrontamos com o caos à nossa volta não é tarefa fácil. E se calhar, até está a se questionar se isso sequer será possível. A resposta é: Certamente que sim! E neste episódio, vai descobrir o que significa realmente a paz interior, porque é importante, e conhecer algumas formas para encontrar e manter a paz interior.
A morte, a perda e luto são aspectos comuns e naturais da vida. Porém, quando a perda é súbita, inesperada ou está relacionada com uma experiência traumática, também pode ser avassaladora e a capacidade de a integrar pode, pelo menos inicialmente, parecer impensável. O luto pode se prolongar por mais tempo e causar mais angústia, prejudicando a capacidade de funcionamento das pessoas. Neste episódio procurarmos esclarecer as diferenças entre luto e trauma e também como estes se interligam num emaranhado de sentimentos e sintomas físicos e psicológicos. Se deseja mais inspiração diária siga-me nas redes sociais.
A época natalícia pode ser especialmente desafiante se estiver a lidar com a morte de alguém que lhe é querido. Quer tenha sido uma perda recente ou uma que já ocorreu há algum tempo atrás, os sentimentos de luto podem ser exacerbados e parecer esmagadores durante esta época festiva. Se está a lidar com o luto e a perda pode ser particularmente difícil enfrentar as festas, mas há coisas que pode fazer para se apoiar a si mesmo. Por isso, neste episódio do Podcast abordo 12 estratégias para lidar com o luto durante a época natalícia. Se sentir que este conteúdo foi útil deixe o seu comentário. Se conhece alguém que pode beneficiar com esta informação, partilhe.
O Poder do perdão

O Poder do perdão

2021-12-2413:47

O perdão irá não só oferecer paz de espírito e melhorar a sua saúde física e mental, mas, acima de tudo, contribuir para ampliar o seu nível de consciência e de compaixão, trazendo altas frequências de energias subtis para o centro do seu coração. Não podemos mudar o passado nem temos poder sobre a maioria dos factores externos a nós, mas temos total poder sobre as nossas respostas às situações. Podemos reagir e deixar que as nossas emoções nos dominem e definam quem somos, ou podemos assumir o nosso poder pessoal e enfrentar cada situação com responsabilidade e consciência. Acima de tudo, podemos escolher vibrar no amor em vez de na dor.
O Dia Mundial da Memória é uma homenagem às memórias das crianças que partiram demasiado cedo, mas não só. Neste episódio eu falo da origem desta celebração global, do seu significado e de diversas formas de participar e tornar esta efeméride uma experiência curativa e significativa para todos.
Como enfrentar o medo

Como enfrentar o medo

2021-10-2813:17

Eu diria que o medo é a emoção e o sentimento predominante que a maioria das pessoas tem no contexto actual em que nos encontramos. Neste episódio abordo alguns aspectos importantes relacionados com o medo e como podemos enfrentá-lo sem gerar mais stress.
Quer esteja a começar, ou esteja no meio de uma jornada que é dolorosa, frequentemente solitária e naturalmente assustadora, fazer o luto requer coragem. Ao abrir-se à dor da sua perda, ao abraçar suavemente a dor do luto, demonstra coragem para honrar a sua perda.
A perda e o luto é algo que nos toca a todos, mais cedo ou mais tarde. Neste episódio eu falo do movimento que criei e intitulei Mais Amor do que Dor que se destina a apoiar pessoas em luto ou servir de guia a quem queira apoiar alguém que esteja de luto. Ao longo do mês de Setembro irei publicar conteúdos diariamente no sentido de uma maior sensibilização para a questão da perda e do processo de luto. https://anapaulavieira.pt https://facebook.com/anapaulavieira.pt/ https://instagram.com/anapaulavieira.pt https://www.youtube.com/channel/UCgJcK79gS98jpQxuEysU5Lw
Uma transição de vida consiste em qualquer mudança ou ajustamento que tenha um impacto significativo na nossa vida. Todos nós passamos por transições ao longo da vida. E é necessário fazer os ajustamentos adequados para continuarmos a prosperar. Uma transição é um processo interior e não mudança de conteúdo.
A Intenção e a atenção são dois tipos de consciência que estão no cerne do desenvolvimento humano. Neste mundo cheio de distracções manter a atenção focada pode ser um desafio. No entanto se o que mais deseja na vida é sentir realização e propósito, então a sua atenção e intenção precisam de estar alinhadas.
A psicologia define a crise existencial como um ponto de viragem onde começamos a questionar mais profundamente o significado e propósito da nossa vida. É um momento em que se sente a necessidade de encontrar sentido ou propósito na vida e que tem sido frequentemente referido como a noite escura da alma.
O optimismo contribui para maior satisfação com a vida e para o melhor funcionamento do sistema imunitário. Quando temos uma mentalidade mais optimista, somos mais capazes de amortecer os efeitos comuns dos factores de stress da vida quotidiana e ainda nos sentirmos felizes. https://anapaulavieira.pt https://facebook.com/anapaulavieira.pt/ https://instagram.com/anapaulavieira.pt
Um Acto Aleatório de Bondade é darmos o nosso melhor aos outros sem pedir ou esperar uma recompensa por isso. O que os actos de bondade aleatórios têm de maravilhoso é que trazem benefícios não só para o receptor, mas também para o doador. A bondade tem um efeito semelhante a um antidepressivo, pois impele o corpo a produzir serotonina, que é comummente conhecida como a hormona do "bem-estar" que proporciona a cura e acalma os sentimentos.
A esperança é o que nos encoraja a avançar na jornada de luto e a descobrir uma centelha divina renovada e um desejo de reentrar na vida com sentido e propósito.
loading
Comentários